Fonte: OpenWeather

    Mundo do Crime


    Em Manaus, ‘Dama do Tráfico’ é presa com droga avaliada em R$ 60 mil

    A mulher era responsável pelo armazenamento das drogas e fazia repasses para outros traficantes do bairro Cidade de Deus

    A polícia chegou até a mulher após uma denúncia anônima feita há 10 dias.
    A polícia chegou até a mulher após uma denúncia anônima feita há 10 dias. | Foto: Erlon Rodrigues/PC-AM

    Manaus - Ela tem aparência humilde, mas grande prestígio no mundo da criminalidade. A amazonense Francilene de Souza Moraes, de 45 anos, conhecida como a “Dama do Tráfico”, foi presa na noite de terça-feira (10), com drogas avaliadas em R$ 60 mil,  em uma casa, localizada na comunidade Aliança com Deus, bairro Cidade de Deus, Zona Norte de Manaus. 

    Com Francilene foram apreendidas 500 gramas de cocaína, 3.500 mil trouxinhas de oxi, três tabletes de maconha do tipo skunk, duas porções de pedra de oxi, além de duas balanças de precisão e uma máquina de cartão de crédito, usada para  receber os pagamentos de entorpecentes. 

    Delegado Ricardo Cunha, titular do 13º DIP.
    Delegado Ricardo Cunha, titular do 13º DIP. | Foto: Erlon Rodrigues/PC-AM

    A equipe de investigação do 13º Distrito Integrado de Polícia (DIP) chegou até a mulher após uma denúncia anônima. Os policiais receberam a informação que Francilene gerenciava bocas de fumo na comunidade. 

     “Os investigadores montaram campana nas proximidades da casa dela, desde a manhã de ontem (terça). No primeiro momento não houve nenhuma movimentação na casa, até que ela se aproximou e foi abordada. Com ela, foi encontrada pequenas quantidades de drogas. Claro que ficou muito nervosa com a abordagem, mas depois autorizou a entrada dos policiais em sua residência”, explicou o delegado Ricardo Cunha, titular do 13º DIP.

    Entorpecentes e materiais apreendidos
    Entorpecentes e materiais apreendidos | Foto: Erlon Rodrigues/PC-AM

    Dentro da casa a equipe de investigação encontrou drogas escondidas nos cômodos e objetos. “O imóvel tinha dois compartimentos. As drogas estavam dentro da geladeira, debaixo do sofá, dentro de armários e dívidas pelo local”, contou o delegado. 

    A “Dama do Tráfico” não possuía ficha criminal. Ela era responsável apenas de armazenar as drogas e fazer os repasses para outros traficantes. A suspeita alegou à polícia que o material ilícito não pertencia a ela. 

    Francilene foi autuada em flagrante por tráfico de drogas. Após os procedimentos cabíveis no 13º DIP, ela será encaminhada para audiência de custódia.

    Comentários