Fonte: OpenWeather

    Crime


    Homem é preso após filha adolescente denunciar estupros à polícia

    A vítima, uma adolescente de 13 anos, denunciou que tinha as partes íntimas tocadas pelo pai com frequência. Para a família, a atitude não comprova os estupros, mas para a polícia o episódio configura o crime

    Homem foi preso em flagrante
    Homem foi preso em flagrante | Foto: Reprodução

     

    Manaus - Um homem de 45 anos, que não teve sua identidade revelada pela Delegacia Especializada Em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), foi preso em flagrante, neste domingo (15), por suspeita de abusar sexualmente da própria filha, uma adolescente de 13 anos. O crime, conforme divulgou a polícia, ocorreu no Parque Residencial Prosamim, no bairro Centro, Zona Centro-Sul de Manaus.

    Conforme a polícia, o homem foi denunciado pela própria filha, vítima dos assédios, que, com o apoio da cunhada, procurou os policiais da Companhia Interativa Comunitária (Cicom) da região em conjunto. Os abusos, conforme a vítima narrou aos policiais, era frequente, porém a última vez teria ocorrido na manhã de de hoje. O homem foi conduzido para a Depca, onde confessou o crime à polícia durante os procedimentos de flagrante.

    ainda segundo a equipe da Depca, o pai morava na casa com a menor e a família. A jovem relatou que, durante a noite, ela dormia e acordava com ele já tocando nas partes íntimas, sendo algo recorrente. Na manha deste domingo, a adolescente acordou sendo tocada pelo pai nas partes íntimas e relatou o fato à cunhada. 

    A mãe da menor, ao ser interrogada, revelou que não tinha conhecimento de que o crime vinha ocorrendo. Após os procedimentos legais necessários na unidade policial e a realizações de exames no Instituto Médico Legal (IML), a jovem ficará sob a responsabilidade da cunhada.

    Segundo a delegada plantonista da Depca, Débora Souza, o homem será apresentado na segunda-feira (16). A autoridade policial informou, ainda, que o denunciado não possui passagem pela polícia. Além disso, Souza acrescentou que a unidade manterá em sigilo o nome do envolvido, que se encontra preso na sede da Depca, para não comprometer a identidade da vítima, que é menor de idade e protegida por Lei, conforme estabelece o Estatuto da Criança e do Adolescente (Depca). 

    No local, familiares conversaram com o EM TEMPO e informaram que nunca houve consumação carnal, e ressaltaram que o homem apenas acariciou as partes intimas da filha, o que para a família parece não caracterizar estupro. Na segunda, o homem será levado para audiência de custódia no Fórum Ministro Henoch Reis da Silva, no bairro São Francisco, Zona Sul de Manaus. 

    Comentários