Fonte: OpenWeather

    Venda de carros em Manaus


    Vídeo: trio revendia carros alugados e emprestava dinheiro da FDN

    Os presos foram apresentados nesta terça-feira, durante coletiva da operação “Quimera”. O lucro dos criminosos, segundo a polícia, ultrapassa R$ 6 milhões

    Outros dois homens estão sendo procurados pela polícia | Foto: Divulgação

    Manaus - Isaac Corrêa Barbosa, de 32 anos; Mauro Charlisson Nascimento Felipe, de 18 anos, e Ruan Silva Vital, de 18 anos, foram presos na operação "Quimera", deflagrada pela Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (Derfv) nesta semana em Manaus. Outros dois homens estão sendo procurados pela polícia.

    O trio estava sendo investigado por envolvimento no esquema milionário em venda fraudulenta de carros na capital amazonense, com lucro de mais de R$ 6 milhões. Durante a operação ao longo dos últimos dias, foram recuperados 73 veículos. 

    Os três investigados foram apresentados na sede da Derfv, durante coletiva de imprensa na manhã desta terça-feira (17).

    Isaac, Mauro e Ruan foram presos na segunda-feira (16), nos bairros Redenção, na Zona Centro-Oeste, e Santo Antônio, na Zona Oeste. O trio, conforme investigações, atuava em esquema com a facção criminosa Família do Norte (FDN).

    A quadrilha criou uma empresa de fachada
    A quadrilha criou uma empresa de fachada | Foto: Josemar Antunes/Em Tempo

    De acordo com o delegado Cícero Túlio, a quadrilha criou uma empresa de fachada e, por meio dela, alugou mais de 100 automóveis de uma locadora em Manaus. Os veículos eram revendidos de forma fraudulenta. Com o esquema, a quadrilha, ainda, obteve um empréstimo de R$ 100 mil, oriundo da FDN.

    "Para manter a venda de forma fraudatória com mais agilidade, o grupo realizava transações sem consultar o perfil financeiro das vítimas, que passavam acreditar que os veículos eram, de fato, dos proprietários”, explicou o delegado. 

    Ainda segundo Túlio, normalmente, essas pessoas pagavam a título de entrada de valores de R$ 10 mil e faziam financiamento informal com pagamento de R$ 1.5 de entrada.  “Com o esquema, alguns carros foram encaminhados para os estados de Roraima e Bahia. Já o dinheiro adquirido foi utilizado pelo grupo para viabilizar o pagamento do "calção", quantia antecipada do aluguel dos veículos.", disse. 

    O delegado ressaltou que alguns veículos foram repassados para integrantes da FDN, como forma de quitação do empréstimo. Os automóveis foram utilizados na prática de ações criminosas, como homicídios, roubo e tráfico de drogas. 

    Foragidos

    Outros dois homens que integram a quadrilha, identificados como Francisco Silva Filho, apontado como mentor da organização criminosa, e Gabriel Ferreira Souza Marques, são considerados foragidos. Os procurados encontram-se em outro estado da federação.

    Indiciamento

    Isaac, Mauro e Ruan foram indiciados por associação criminosa e estelionato. Ao término dos procedimentos cabíveis na Derfv, o trio será encaminhado para o Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), no quilômetro 8 da BR-174, onde aguardará a decisão da Justiça.

    Assista à reportagem da TV Em Tempo:

    Assista a reportagem | Autor: Bárbara Mitoso/ TV Em Tempo
     


    Comentários