Fonte: OpenWeather

    Estupro


    Maníaco faz sexo oral em bebê de 5 meses após estuprar a mãe dela

    O criminoso estuprou a mãe da criança e depois fez sexo oral na bebê. Ele é apontado como autor de outros 45 estupros

    O homem foi preso pela Polícia Civil | Foto: Divulgação

    O estuprador em série Wellington Ribeiro da Silva, 52 anos, fez sexo oral em uma bebê de 5 meses, após estuprar a mãe dela. O crime aconteceu no Estado de Goiás.

     Condenado por matar a companheira e os filhos dela de 3 e 10 anos, Wellington fugiu cadeia de Rondonópolis (a 212 km de Cuiabá) no ano de 2013 e estava se escondendo em Goiás, onde tem envolvimento em 47 denúncias de estupro, incluindo o caso da mãe e do bebê.

    Ele foi preso na última quinta-feira (12), pela Polícia Civil de Goiás, com apoio da PJC de Mato Grosso.

     Das 47 acusações de estupro, exames de DNA comprovaram envolvimento dele em 22 casos. Conforme a polícia goiana, os números demonstram que ele é o maior maníaco sexual do Goiás e um dos maiores do Brasil.

    Passagem por Mato Grosso

    A vida criminosa de Wellington é antiga. De acordo com a Polícia Civil, ele foi condenado a 57 anos de prisão por ter cometido um triplo homicídio em Rondonópolis, no ano de 1997. O fato ficou conhecido como “Chacina do Monte Líbano”.

    Investigações apontaram que ele comandava uma quadrilha envolvida em assaltos e assassinatos na cidade, enquanto mantinha o relacionamento com Luzia Pereira da Cruz.

     A mulher tinha dois filhos de outros relacionamentos e foi acusada por Wellington de estar repassando informações sobre o seu bando para a polícia – por isso foi morta, com os filhos.

    Foragido, no dia 07 de maio de 2011 ele foi preso em flagrante por estuprar uma mulher e fazer sexo oral na bebê de 5 meses, em Goiânia.

    Ele chegou a apresentar um documento falso na delegacia, pois já tinha condenação em Mato Grosso, para onde acabou sendo transferido.

    Comentários