Fonte: OpenWeather

    Desaparecidos em Manaus


    Vídeo: buscas continuam por corpos enterrados no Monte Horebe

    Padrasto e enteada estão desaparecidos desde quinta-feira (19). A suspeita é que eles tenham sido mortos em um "tribunal do crime"

    Assista a reportagem | Autor: Bárbara Mitoso/ TV Em Tempo

    Manaus – Continuam as buscas por dois corpos que possivelmente estão enterrados em uma área na invasão Monte Horebe, no conjunto Viver Melhor 2, bairro Lago Azul, Zona Norte de Manaus. Vítimas são padrasto e enteada. 

    De acordo com o tenente Nilton Neto, da Companhia Independente de Policiamento com Cães (CIPCães), as buscas começaram desde quinta-feira (19), após Leilson de Souza Marinho, 35 anos, ser levado à força de casa por membros de uma facção criminosa. 

    “Leilson foi acusado de ter estuprado a própria enteada, de 11 anos. A suposta vítima contou essa versão para traficantes da área e os criminosos foram na casa dele e o levaram à força. Entretanto, há rumores que os criminosos descobriram que ela mentiu sobre o estupro e também a mataram”, disse Nilton.

    Conforme informações repassadas à polícia, a menina criou a história porque estava chateada com a mãe. “Ela pediu para ir a um balneário dentro da invasão. Horas depois, a mãe foi ao local e a encontrou com uma adolescente de 13 anos, que tem envolvimento com os traficantes da área. Ela chamou atenção e a garota não gostou. Desde então, a menina ficou sem dar notícias e quando voltou, apareceu acompanhada de traficantes que arrastaram o padrasto de casa”, explicou o tenente.

    Em relação ao estupro, a mãe da menina, segundo a polícia, desmente a versão da garota. O tenente ressaltou, ainda, que a equipe de buscas conta com efetivo de quatro policiais e dois cães farejadores. Ao logo deste domingo (22), foram percorridos mais de 50 km².

    Policiais militares da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam) e 26ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) também ajudam nas buscas. As equipes retornam ao local na manhã desta segunda-feira (23). 

    O Portal EM TEMPO entrou em contato com a família dos desaparecidos. Entretanto, os familiares preferiram não dar mais detalhes sobre a ocorrência. 

    A invasão Monte Horebe é considerada uma área vermelha devido ao intenso tráfico de drogas. Membros da Família do Norte (FDN) dominam a área e intimidam os moradores.

    Assista à reportagem da TV Em Tempo:

    Assista a reportagem | Autor: Bárbara Mitoso/ TV Em Tempo
     
    Comentários