Fonte: OpenWeather

    Cova Rasa


    Em meio a tiroteio, corpo de homem é retirado de cova em Manaus

    A suspeita é que ele tenha sido morto em um "tribunal do crime"

    Segundo a polícia, Soniaderson tinha dívidas de drogas | Foto: Josemar Antunes

    Manaus - Após serem acionados para buscas de mãe e filho, identificados até o momento como Vanessa e Erlon, que estavam enterrados na invasão Estrela de Davi, no conjunto residencial Viver Melhor 2, bairro Lago Azul, Zona Norte de Manaus, a polícia encontrou o corpo de um homem na noite deste domingo (22). A vítima estava enterrada em uma cova rasa com um tiro na nuca. 

    O homem, identificado como Soniaderson da Silva Xavier, de 21 anos, desapareceu na noite do mesmo dia, por volta das 21h, juntamente com a esposa e filho, de 11 anos. Eles foram sequestrados por integrantes da facção criminosa Família do Norte (FDN), que atuam na área da invasão. 

    Conforme levantamentos da polícia, Sonianderson estava devendo drogas e, por esse motivo, foi morto para servir de exemplo.

    A esposa da vítima e o filho foram assassinados no "Tribunal do Crime"para não ficarem como testemunhas. 

    As buscas contaram com o apoio de policiais militares do Batalhão de Policiamento de Choque (BPChq), 26ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM) e policiais civis da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS). 

    Tensão

    Durante os trabalhos da perícia criminal, do Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC), homens não identificados efetuaram tiros contra os policiais. Por conta disso, houve troca de tiros entre polícia e traficantes. 

    Em meio ao intenso tiroteio, o corpo da vítima foi removido para o Instituto Médico Legal (IML). As buscas pela mãe e filho devem continuar.

    Comentários