Fonte: OpenWeather

    Polícia


    Homem mata vítima em frente a família e foge a pé

    Luangelo já tinha passagens pela polícia por roubo e homicídio

     Luangelo estava acompanhado da esposa e do filho
    Luangelo estava acompanhado da esposa e do filho | Foto: Reprodução/TV EM TEMPO

    Manaus - Luangelo Freitas Santos, de 24 anos, conhecido como "Macaco", foi executado com cinco tiros, na noite de domingo (22), na comunidade Nossa Senhora de Fátima 1, bairro Novo Aleixo, Zona Norte de Manaus. 

    Segundo informações da polícia,  Luangelo estava acompanhado da esposa e do filho, quando foi surpreendido por um homem que chegou a pé. 

    O suspeito efetuou os disparos de arma de fogo à queima-roupa e fugiu em seguida ser reconhecido tomando rumo ignorado. 

    A vítima foi socorrida e levada para o Hospital e Pronto-Socorro (HPS) Dr. Platão Araújo, na Zona Leste, onde deu entrada sem vida. 

    O corpo foi removido ao Instituto Médico Legal (IML). O caso será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

    Antecedentes criminais 

    Conforme informações da Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), Luangelo já tinha passagens pela polícia por roubo e homicídio. No dia 24 de agosto de 2018, ele matou a tiros o estudante Célio Oliveira Lima, de 24 anos.

    O crime ocorreu na frente de uma escola, conhecida como "Quarentão", no bairro Novo Aleixo, na Zona Norte da capital amazonense. Na ocasião, uma professora de 40 anos foi baleada na perna.

    Após ser preso pela equipe da DEHS, Luangelo afirmou que precisou emprestar uma farda da escola para não levantar suspeitas. Ele aguardou Célio sair da escola para atingir a vítima com três tiros. 

    Em depoimento, Luangelo confessou a autoria porque Célio tinha um relacionamento amoroso com a esposa dele. 

    A Polícia Civil informou também que Luangelo foi preso no dia 23 de setembro de 2018 por roubo majorado. Foi a partir dessa prisão que a morte do estudante passou a ser desvendada.

    Comentários