Fonte: OpenWeather

    Monte Horebe


    Polícia encontra 'tribunal do crime' na invasão Monte Horebe

    Além do tribunal do crime, a polícia acredita que exista um cemitério clandestino no local, onde os criminosos da FDN enterram os corpos de desafetos

    Os policias acreditam que exista um cemitério clandestino com corpos de desafetos enterrados | Foto: Divulgação

    Manaus - Agentes da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) retornaram, na manhã desta sexta-feira (27), à invasão Monte Horebe, no conjunto residencial Viver Melhor Viver Melhor 2, bairro Lago Azul, Zona Norte de Manaus. 

    Segundo informações de uma fonte policial, após a prisão de um traficante da região, as equipes encontraram um local que era usado como"tribunal do crime". O reduto serve como julgamento de “traidores”. 

    Além disso, os agentes acreditam que no local exista um cemitério clandestino, onde os criminosos da FDN enterram os corpos de desafetos. Também foram retomadas as buscas pelos corpos de Leilson de Souza Marinho, de 35 anos, e Sádia Reis Barros, de 11 anos. 

    Padrasto e enteada seguem desaparecidos desde segunda-feira (16). Os traficantes levaram à força Leilson de casa após a enteada a acusá-lo de estupro. 

    Além de agentes da SSP-AM, atuam no apoio às buscas policiais da 26ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), Secretaria Executiva Adjunta de Operações (Seaop), Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (Fera), além da Companhia de Policiamento Independente com Cães (CIPcães), que atua com cães farejadores.

    Comentários