Fonte: OpenWeather

    Depoimento


    Primeira-dama Elisabeth Valeiko depõe na DEHS sobre ‘Caso Flávio’

    Elisabeth foi ouvida como testemunha e esclareceu fatos sobre a morte do engenheiro Flávio Rodrigues

    O depoimento foi na noite desta segunda (21) | Foto: Divulgação

    Manaus - Fui à delegacia porque só quero a verdade”, disse a primeira-dama de Manaus, Elisabeth Valeiko Ribeiro, a interlocutores após sair da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), onde prestou depoimento na noite desta segunda-feira (21).

    Elisabeth foi ouvida como testemunha e esclareceu fatos sobre a morte do engenheiro Flávio Rodrigues, ocorrida no dia 29 de setembro deste ano, após uma festa em um condomínio de luxo na Zona Oeste da capital.

    De acordo com a primeira-dama, mesmo não tendo obrigação de comparecer à unidade policial, decidiu ir espontaneamente. O Portal Em Tempo apurou que, após sair da DEHS, Elisabeth quis falar com a imprensa e com familiares de Flávio Rodrigues, porém foi impedida pelos policiais por questões de segurança.

    Vídeos do depoimento que circularam nas redes sociais teriam sido vazados de dentro da delegacia por meio de uma persiana aberta. A informação é de uma fonte que não quis ser identificada.

    A defesa de Elisabeth informou que ela se pronunciou oficialmente pela segunda vez. O primeiro depoimento aconteceu na última sexta-feira (18), na sede do Ministério Público do Amazonas (MP-AM), onde ela conversou com o promotor que acompanha o caso.

    Entenda o caso

    O corpo do engenheiro Flávio Rodrigues foi encontrado na tarde do dia 30 de setembro deste ano, em um terreno no bairro Tarumã, zona oeste de Manaus, horas depois de estar em um condomínio no bairro Ponta Negra, na casa de Alejandro.

    Na noite do 8 de outubro, o lutador de MMA Mayc Vinícius Teixeira confessou em depoimento ser responsável pela morte do engenheiro.

    Alejandro Valeiko, nega participação no crime, porém continua detido. Além de Alejandro e Mayc também estão presos, por suspeita de participação, José Edvandro Martins, 31, Elielton Magno, 22, o chefe de cozinha Vitorio Del Gatto e o policial militar Elizeu da Paz de Souza, 37.

    Sindicâncias

    Há uma semana, a Prefeitura de Manaus, esclareceu por meio de nota que vem se colocando em seu papel político e institucional de tomar as medidas cabíveis para apurar possíveis desvios e irregularidades e providenciar as punições.

    Comentários