Fonte: OpenWeather

    Manaus


    Vídeo: Universitário furta colegas em faculdade e pula do 2º andar

    O acadêmico esperou as vítimas irem à cantina para roubar os pertences e esconder na lixeira

    Suspeito Rafael Gomes da Silva, de 25 anos
    Suspeito Rafael Gomes da Silva, de 25 anos | Foto: Divulgação

    Manaus - O acadêmico de Direito Rafael Gomes da Silva, de 25 anos, foi preso na manhã desta segunda-feira (11) suspeito de cometer furtos de dois notebooks e documentos pessoais de alunos em uma universidade localizada no bairro Flores, Zona Centro-Sul de Manaus. 

    A ação realizada para prender o criminoso foi realizada pelos policiais civis do 23º Distrito Integrado de Polícia (DIP), sob comando do delegado Henrique Brasil, titular da unidade policial. Conforme as informações do titular, o suspeito tinha roubado dois alunos do curso de Direito de 43 e 47 anos, que tinha deixado os computadores na mochila na sala, enquanto iam lanchar.

    “Como Rafael já estudava no Centro Universitário no turno da noite. Ele tinha livre acesso ao lugar. Na ocasião do delito, ele estava pela manhã observando as vítimas com os respectivos aparelhos eletrônicos e, ao ver que os homens iriam sair da sala, Rafael entrou e furtou os notebooks. Porém, uma das vítimas percebeu o comportamento estranho do infrator e viu que ele estava com um volume na camisa, imediatamente a vítima falou para um segurança do local, momento em que o individuo foi para o banheiro e escondeu os objetos furtados”, explicou Henrique.

    A equipe de investigação conseguiu mais provas do delito pelo circuito de segurança do local. Os objetos foram encontrados dentro de um cesto de lixo por uma funcionária de serviços gerais.

    “Rafael tentou fugir do local pulando do segundo andar, entretanto, acabou fraturando os dois tornozelos, foi quando conseguimos prendê-lo. Ele foi levado a uma unidade hospitalar para os atendimentos médicos,” relatou o delegado.

    Rafael foi autuado em flagrante por furto com fiança de R$ 2 mil. Caso a fiança não seja paga, ele irá para a audiência de custódia.

    Assista à reportagem da TV Em Tempo: 

    Assista à reportagem | Autor: Gabriela Moreno/TV Em Tempo
     


    Comentários