Fonte: OpenWeather

    Motorista de App


    Vídeo: motorista de App morre durante sua primeira corrida em Manaus

    Vítima estava internada desde a madrugada de quarta-feira (13) após ser baleado durante um assalto

    Assista à reportagem | Autor: Bárbara Mitoso/TV Em Tempo

    Manaus - O motorista de aplicativo Mário Jorge Oliveira da Silva, 48, morreu na madrugada de sexta-feira (15), no Hospital e Pronto-socorro João Lúcio, Zona Leste de Manaus. Mário estava internado desde a madrugada de quarta-feira (13) após ser baleado durante um assalto na Zona Norte da capital.

    O condutor foi vítima de latrocínio, após sofrer assalto no bairro Nova Cidade, na última quarta-feira (13), na sua primeira corrida como motorista de aplicativo. O caso ocorreu após a vítima ter aceitado uma corrida com destino próximo à invasão dos Índios, localizada na Avenida Creta. Ao chegar no local, dois homens anunciaram o assalto, levaram o celular da vítima e atiraram.  O tiro atravessou o cérebro de Mário.

    Na manhã desta sexta-feira (15), amigos e familiares da vítima estiveram no Hospital João Lúcio, prestando apoio e reivindicando por mais segurança à população e aos condutores de aplicativo.

    O corpo do homem foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) por volta das 10h. E a autoria do crime está sendo investigada pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

    A esposa dele, Maria de Fátima Silva Rego, de 46 anos, informou ao Em Tempo que a vítima foi entubada e passou a respirar por meio de aparelhos, porém não resistiu e faleceu na madrugada de hoje (15).

    Assista à reportagem da TV Em Tempo: 

    Assista à reportagem | Autor: Bárbara Mitoso/TV Em Tempo
     


    Comentários