Fonte: OpenWeather

    Prisão


    Mulher presa por roubar bebê fingiu estar grávida para acessar leitos

    Cristiani saiu da unidade hospitalar com o bebê escondido em uma bolsa

    Cristiani se encontrava internada em uma unidade hospitalar ao alegar que estaria grávida
    Cristiani se encontrava internada em uma unidade hospitalar ao alegar que estaria grávida | Foto: Divulgação/PC-AM


    Humaitá- Na manhã deste sábado (16), por volta das 9h30, a equipe de investigação da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Humaitá, sob comando do delegado Teotônio Pereira, prendeu em flagrante, Cristiani Nunes da Silva, 37, por subtração de incapaz. A infratora é autora do sequestro de um bebê recém-nascido, do sexo feminino, ocorrido na madrugada da última quinta-feira (14), por volta das 5h30.

    De acordo com a autoridade policial, Cristiani se encontrava internada em uma unidade hospitalar ao alegar que estaria, supostamente, grávida. Na ocasião, ela se aproveitou da oportunidade de poder ter acesso a outros bebês e subtraiu uma criança que havia nascido naquele dia, filha de uma mulher de 26 anos. Após o delito, a infratora saiu da unidade hospitalar com o bebê escondido em uma bolsa.

    “Após a ação criminosa, a mãe da bebê sentiu falta dela. Inicialmente, os profissionais da unidade realizaram uma checagem interna, mas, ao perceberem que alguém teria subtraído a criança, resolveram acionar policiais militares, que nos comunicaram do ocorrido. A partir de então, iniciamos os procedimentos de diligências ininterruptas. Ao checarmos as câmeras de segurança do hospital, conseguimos descobrir a identidade da infratora”, explicou o delegado.

    Conforme o titular da DIP, depois da divulgação de imagens da infratora, a equipe de investigação obteve informações do paradeiro de Cristiani. A princípio, a mulher negou a autoria do delito, além de argumentar a existência de álibi que comprovaria a inocência dela. No entanto, após investigações, foi constatado que os depoimentos dela não se sustentavam e, ao ser confrontada novamente, Cristiani assumiu que havia subtraído o bebê.

    O titular da unidade policial destacou, ainda, que os policiais encontraram a criança, após a infratora indicar a localidade onde teria guardado o bebê, que se encontrava sob cuidado de terceiros, em uma residência conjunto Urupiara, em Humaitá.

    Flagrante

    Autuada em flagrante, Crisitiani ficará na carceragem da DIP de Humaitá, onde irá permanecer à disposição da Justiça.

    *Com informações da assessoria 

    Comentários