Fonte: OpenWeather

    Investigação


    Após denúncia de estupro, PC-AM diz que adolescente passa por exames

    Vítima e a família vêm sendo ameaçada de morte pelo denunciado e a irmã, uma advogada que já atuou na defesa de homicidas em Manaus

    Crime foi na Zona Centro-Sul de Manaus | Foto: Divulgação

    Manaus - A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM) se manifestou, na manhã desta quinta-feira (19), sobre o caso da jovem de 13 anos que denunciou ter sido estuprada em Manaus pelo ex-cunhado, um empresário de 65 anos. Em nota, a instituição informou que foi instaurado um Inquérito Policial (IP) para apurar o caso e destacou que a vítima foi encaminhada também ao Serviço de Atendimento às Vítimas de Violência Sexual (Savvis).

    No entanto, conforme pontuou a PC-AM, as investigações em torno do caso seguem em andamento e mais informações não poderão ser repassadas. O nome do denunciado é mantido em sigilo pela instituição. O crime ocorreu na noite do dia 15 de setembro, por volta das 20h30, em uma casa situada na rua Miranda Leão, bairro Centro, Zona Centro-Sul da capital.

    Entenda o caso

    Familiares de uma adolescente de 13 anos procuraram o Em Tempo, ontem (18), para denunciar que estão sendo ameaçados após formalizarem uma denúncia de estupro de vulnerável contra um empresário do ramo de motores agrícolas, um senhor de 65 anos, em Manaus.

    De acordo com a denunciante, o empresário disse que caso a queixa não fosse retirada iria matá-la a tiros, pois não teria nada a perder. Conforme a mulher, a irmã do denunciado -  uma advogada que já atuou na defesa de homicidas na capital amazonense - foi quem tomou frente de toda as ameaças.

    A jovem de 13 anos diz ter sido estuprada pelo ex-cunhado, que utilizou uma arma de fogo para intimidá-la. O crime, segundo ela, ocorreu com o irmão - deficiente intelectual - a poucos metros do quarto. Clique no link e confira a denúncia completa: Armado, idoso estupra adolescente e ainda ameaça família de morte 

    Assista à reportagem da TV Em Tempo:

    Assista à reportagem. | Autor: Samara Maciel/ TV Em Tempo
     




    Comentários