Fonte: OpenWeather

    DERFD


    Bandidos se arrumavam para não chamar atenção de vítimas em bancos

    Átila era o olheiro do esquema criminoso. Ele costumava estar bem vestido e despistava o verdadeiro objetivo dentro das agências: observar vítimas que faziam saques de valores altos

    Dupla foi capturada pela após investigação da DERFD
    Dupla foi capturada pela após investigação da DERFD | Foto: Divulgação

    Manaus - Investigados por roubar pessoas em frente de agências bancárias em Manaus, Átila Bueno Alves, de 30 anos, e o foragido da Justiça, Janrai Azevedo Ramos, 34, foram presos na tarde da última quinta-feira (26). A dupla foi capturada pela equipe da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd) em endereços distintos da Zona Sul da capital. 

    Segundo o delegado Aldeney Goes, titular da unidade policial, a ação criminosa acontecia no momento em que as vítimas saíam dos bancos. Logo após efetivarem saques de valores relevantes. Átila ficava dentro da agência observando a movimentação bancária e, passava a informação ao Janrai, que, em posse de uma arma de fogo, abordava as vítimas e subtraia o dinheiro delas.

    Ambos costumavam andar bem arrumados para não chamar a atenção dos clientes nas agências bancárias. Sempre alinhado, Átila costumava se vestir como executivo e observava as potenciais vítimas.

    “Janrai que estava foragido da Justiça, cometia esse crime desde 2015. Denominamos esse tipo de delito de ‘saidinha de banco’. No decorrer das investigações, conseguimos a localização da dupla. Átila foi preso na rua Valério Botelho de Andrade, bairro São Francisco, e Janrai na rua Arnaldo Carpinteiro Peres, no bairro Petrópolis”, disse Goes.

    Ainda segundo o titular da Derfd, a ordem judicial em nome de Átila foi expedida no dia 21 de novembro deste ano, pelo juiz de direito James Oliveira dos Santos, da Comarca de Manaus. Já a de Janrai foi expedida no dia 11 de novembro de 2015, pelo juiz de direito Carlos Zamith de Oliveira Júnior, da Comarca de Manaus.

    Indiciamento

    A dupla foi indiciada por roubo majorado. Ao término dos procedimentos cabíveis na Derfd, eles foram encaminhados para a audiência de custódia.

    Comentários