Fonte: OpenWeather

    DEHS


    Manaus registra 13 mortes violentas em menos de 36 horas

    A onda de violência começou por volta das 19h de sexta-feira (27) e se estendeu até a madrugada deste domingo (29), último final de semana de 2019

    As mortes aconteceram em bairros distintos da cidade, conforme aponta o IML
    As mortes aconteceram em bairros distintos da cidade, conforme aponta o IML | Foto: Leonardo Mota

    Manaus - Em menos de 36 horas, a capital amazonense registrou 13 mortes violentas, sendo a maioria dos casos crimes de homicídios, com características de acertos de contas, relacionados ao tráfico de drogas. A onda de violência começou por volta das 19h de sexta-feira (27) e se estendeu até a madrugada deste domingo (29), último final de semana de 2019. As mortes aconteceram em bairros distintos da cidade, conforme aponta o registro do Instituto Médico Legal (IML).

    Quatro mortes por intervenção policial

    Por volta das 19h de sexta-feira (27), quatro homens foram mortos após um confronto com políciais da Força Tática na invasão Cemitério dos Índios, bairro Nova Cidade, Zona Norte de Manaus.

    Os mortos foram identificados como Fabio Ramos da Encarnação, de 22 anos, Emeson Pimenta Pimentel, 25, Christe Gutierres Carneiro, 22, e Matony Silva de Souza, 18. 

    Segundo informações da polícia, as equipes receberam denúncias anônimas informando a presença de homens armados no local e, ao chegarem no ponto indicado, houve troca de tiros entre a polícia e os suspeitos.

    A polícia informou que foram apreendidas armas com os mortos. Eles ainda chegaram a ser socorridos e encaminhados ao Hospital e Pronto-Socorro Delphina Aziz, naquela mesma zona, mas não resistiram aos ferimentos.

    Sábado Sangrento 

    Vieiralves - 5ª morte

    Já na madrugada de sábado (28), Samyr Homero Benchaya Yamane, de 37 anos, foi morto com cinco tiros. O crime aconteceu por volta de 1h, na rua rio Púrus, bairro Vieiralves, nas proximidades de uma casa noturna na Zona Centro-Sul de Manaus.

    Segundo a polícia, a vítima tinha envolvimento com o tráfico de drogas e havia recebido uma ligação quando ainda estava na casa noturna e, ao sair do local, foi surpreendida pelo suspeito, que chegou em um veículo modelo Volkswagen Cross Fox efetuando os tiros.

    Educandos - 6ª morte 

    Por volta das 9h, o adolescente Dinael Vieira Brito, de 17 anos, foi executado com três tiros dentro de um salão na rua Vista Alegre, bairro Educandos, Zona Sul de Manaus. Os tiros atingiram o rosto, pescoço e o dorso da vítima.

    Conforme testemunhas, cinco minutos após o adolescente chegar ao estabelecimento, dois homens ainda não identificados, em um carro modelo Palio Fire de cor prata, invadiram o o local à procura da vítima e de um amigo dele, não identificado. 

    Na ação criminosa, o amigo da vítima também foi baleado, socorrido e conduzido a uma unidade hospitalar da capital. A dona do salão, uma mulher de 33 anos, também foi atingida de raspão nas costas, mas não corre risco de morte. 

    Corpos foram removidos para o IML
    Corpos foram removidos para o IML | Foto: Leonardo Mota

    Tancredo Neves - 7ª morte 

    O empacotador Renneson Ramos Prestes, de 27 anos, foi morto a tiros em um bar da Rua Venezuela na tarde deste sábado (28), no bairro Tancredo Neves, Zona Leste de Manaus.

    O crime aconteceu por volta das 13h. Conforme a polícia, a vítima estava conversando com amigos quando foi surpreendida por homens armados que desceram de um carro e efetuaram vários tiros contra Renneson, que morreu no local.

    Compensa - 8ª morte 

    Francisco Leonardo Freitas Vieira, de 36 anos, foi executado por volta das 15h, na rua Santa Luzia, bairro Compensa, Zona Oeste da cidade. 

    O homem era monitorado por tornozeleira eletrônica e cumpria pena no semiaberto. Leonardo fazia bicos para se manter financeiramente e, no momento da execução, carregava barro em frente a uma panificadora.

    Segundo informações de testemunhas, a vítima foi surpreendida por um homem não identificado, que efetuou cinco disparos contra a sua cabeça.

    Cidade Nova - 9ª morte 

    Por volta da 17h30, o industriário Fernando Mota Macedo, de 36 anos, foi morto a tiros. O crime aconteceu na rua Elesbão Veloso, antiga 16, no bairro Cidade Nova, na Zona Norte 

    Três mortes no Mauazinho 

    O vendedor ambulante Maicon da Silva Azevedo, de 27 anos, morreu por volta das 3h da manhã, após dar entrada no Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio, na Zona Leste de Manaus, em decorrência de agressões físicas. Ele tinha passado quatro dias internado, mas foi liberado e retornou ao local na noite de sexta-feira (27).

    Familiares informaram que Maicon foi espancado por um grupo de homens desconhecidos. O crime aconteceu na rua Indonência, bairro Mauazinho, Zona Leste de Manaus. 

    O segundo assassinato que aconteceu no bairro foi do suposto traficante Clemerson Vinhorte de Souza, conhecido como "Ferreirinha", de 31 anos. Conforme a polícia, a vítima era integrante da facção criminosa Comando Vermelho (CV) e foi executada por rivais da Família do Norte (FDN). 

    "Ferreirinha" foi atacado, por volta da 16h, quando jogava futebol em um campo, na rua Líbano. 

    Às 18h, Max Lima de Souza, de 32 anos, foi executado na antiga rua Flamengo. A polícia investiga se as mortes têm alguma ligação. 

    Uma morte na madrugada de domingo

    Alan Felipe Garcia dos Santos, de 18 anos, morreu às 1h40 da madruga deste domingo (29), no Hospital e Pronto-socorro João Lúcio. O jovem foi baleado na tarde de sábado, no beco União, localizado na rua Tenente Jurandir, bairro Raiz, Zona Sul.

    Uma câmera de segurança registrou o momento em que a vítima é atacada. No vídeo, Felipe aparece caminhando na via pública e é surpreendido por um homem armado, que realiza os disparos contra ele. 

    Investigações

    A maioria dos crimes devem ser investigados pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS). Procurado pela reportagem, o titular da unidade policial, delegado Paulo Martins, informou que deve se inteirar de cada caso e vai se pronunciar nesta segunda-feira (30).  

    Comentários