Fonte: OpenWeather

    Ação Policial


    Para não ser preso, homem atira contra Rocam e acaba morto em Manaus

    O suspeito andava armado e atirou nos policiais quando se aproximaram para revistá-lo. Na sexta, cinco bandidos também foram mortos durante confronto com a Rocam

    Arma e munições apreendidas na ocorrência
    Arma e munições apreendidas na ocorrência | Foto: Divulgação

    Manaus - Após atirar contra uma equipe da Rocam durante uma abordagem policial, um homem identificado como Thiago Matos de Souza, de 22 anos, foi morto na madrugada deste domingo (19). A intervenção policial aconteceu na avenida Vera Cruz, antiga Central, nas proximidades da empresa Via Verde, no bairro Lírio do Vale, Zona Oeste de Manaus. 

    De acordo com a polícia, por volta das 4h, os policiais da Rocam avistaram o homem e um comparsa caminhado em atitude suspeita. Ao perceber a aproximação da viatura, o suspeito sacou a arma e atirou em direção à equipe policial. O segundo homem conseguiu fugir. 

    Segundo a PM, ocorreu uma troca de tiros no local e o suspeito acabou baleado. Os policiais ainda levaram Thiago para o Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, mas ele chegou morto na unidade de saúde.

    Com o suspeito foi apreendido um revólver calibre 38, com quatro munições deflagradas e uma intacta. O corpo de Thiago foi removido para o Instituto Médico Legal (IML). 

    Cinco mortos 

    Uma troca de tiros entre bandidos do Comando Vermelho (CV) e policiais militares da Rocam no bairro Colônia Oliveira Machado, Zona Sul de Manaus, deixou cinco mortos na noite da última sexta-feira (17). 

    O tiroteio aconteceu durante uma perseguição policial na avenida Presidente Kennedy, próximo ao Porto Chibatão. Segundo o tenente Guilherme da Rocam, comandante operação, o bando estava preparado para atacar uma boca de fumo no Beco da Bomba, que pertence a traficantes da Família do Norte (FDN).

    Os mortos foram identificados como: Alberone da Silva Rodrigues, de 23 anos; Derick Silva da Silva, de 15 anos; Franc Danilo Pereira da Silva, de 29 anos; Marllon Cristian dos Santos Bezerra, de 28 anos e Emerson Brasil da Silva, idade não divulgada.

    Comentários