Fonte: OpenWeather

    Estupro


    Comandante de barco é acusado de estuprar neta da esposa dele no AM

    Um homem de 50 anos foi preso em Manaus após ser suspeito de abusar sexualmente de uma adolescente de 13 anos, que é neta da esposa dele.

    A adolescente aos nove anos chegou a contar para a família que estava sendo aliciada | Foto: Kennedson Paz

    Manaus- Um homem de 50 anos foi preso em Manaus, após ser suspeito de abusar sexualmente de uma adolescente de 13 anos, que é neta da esposa dele. A prisão foi cumprida por volta de 6h30 da manhã de quinta-feira (23), por policiais civis da Delegacia Especializada em Proteção a Criança e ao Adolescente (DEPCA), na avenida Precisa,  bairro Monte das Oliveiras, Zona Norte da cidade.

    O assunto foi revelado à imprensa, em coletiva, pela delegada Joyce Coelho, titular da Depca. De acordo com ela, o caso era investigado há quatro meses. 

    “Recebemos essa denúncia em setembro do ano passado e começamos a investigar. Após a vítima confessar o fato para a mãe, ambas vieram à delegacia para registrar a ocorrência e, durante o depoimento, a menina relatou que desde os cinco anos era abusada pelo marido da avó”, disse a delegada.

    Delegada Joyce Coelho, titular da Delegacia Especializada em Proteção a Criança e ao Adolescente (DEPCA)
    Delegada Joyce Coelho, titular da Delegacia Especializada em Proteção a Criança e ao Adolescente (DEPCA) | Foto: Kennedson Paz

    O caso

    O homem denunciado pelo abuso trabalhava como comandante de navegações em uma embarcação e, conforme depoimento da adolescente, ele a levava, juntamente com a avó, para passeios de barco aos finais de semana. Durante a noite, quando a esposa dormia, ele abusava sexualmente da garota.

    Ainda segundo a titular, a adolescente, aos nove anos, chegou a contar para a família que estaria sendo aliciada, mas nenhuma providência foi tomada na época.  

    “Ela relatou que contou aos familiares que o homem a alisava, praticava pequenos atos libidinosos, não chegando a contar toda a verdade, que só veio à tona agora”, explicou Joyce.

    Devido a adolescente conviver na casa da avó, a Delegacia Especializada solicitou o mandado de prisão ao homem, que foi aceito e expedido no dia 17 de janeiro, pela juíza Lina Marie Cabral, da Central de Inquéritos.

    A menina será acompanhada pelo Serviço de Atendimento às Vítimas de Violência Sexual (SAVVIS). No local, os profissionais irão atuar para minimizar os impactos psicológicos causado à vítima.

    O homem foi indiciado por estupro de vulnerável. Ainda nesta manhã, ele foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), para a realização do exame de corpo de delito. Após o término dos procedimentos cabíveis na Especializada, será conduzido para audiência de custódia, no Fórum Ministro Henoch Reis, localizado no bairro São Francisco, Zona Sul.

    Veja o vídeo:

    Comentários