Fonte: OpenWeather

    Homicídios


    Preso criminosos que mataram mulher e criança de 10 anos em Manaus

    Renan Souza estava brincando de bicicleta quando foi atingido por uma bala perdida efetuada pelos criminosos

    Os criminosos queriam extrair informações sobre tráfico de drogas
    Os criminosos queriam extrair informações sobre tráfico de drogas | Foto: Divulgação

    Manaus - No decorrer da 'Operação Escudo', na tarde da última quinta-feira (23), a Polícia Civil prendeu o grupo criminoso responsável por duas mortes violentas nas Zonas Leste e Norte de Manaus.

    O primeiro caso registrado foi da jovem Walcimara da Cruz Vasconcelos, de 23 anos. Ela foi torturada e morta durante a madrugada do dia 9 deste mês. O corpo foi jogado próximo à 'ponte do 7', no bairro Tancredo Neves, Zona Leste. 

    Conforme a polícia, o intuito dos criminosos, neste primeiro caso, era extrair informações sobre o tráfico de drogas na área, comandado por uma facção rival. 

    Horas após o primeiro crime, o pequeno Renan Souza da Gama, de 10 anos, morreu após ser atingido por uma bala perdida enquanto brincava de bicicleta, na rua Amazonas, do bairro Novo Aleixo, com amigos.

    Após matar a mulher, os criminosos teriam ido ao bairro, segundo a polícia, rivais. Durante a troca de tiros, a criança foi atingida no tórax e não resistiu aos ferimentos.

    Durante coletiva de imprensa, na manhã desta sexta-feira (24), o delegado Paulo Martins, titular da Delegacia Especializada em Homicídio e Sequestro (DEHS), informou que outros dois suspeitos estão foragidos.

    "Identificamos os suspeitos durante uma ação conjunta das equipes das zonas Norte e Leste e os prendemos, mas outros dois seguem foragidos. Pedimos o apoio da população para localizá-los”, disse o delegado.

    Foragidos

    Os foragidos são Arthur Muniz Guimarães, de 23 anos, vulgo "T1" e João Paulo da Silva Quintinho, conhecido como "Geraldo".

    Indiciados 

    Gabriel Freitas dos Reis, de 21 anos; José Roberto Praia da Silva Filho, de 31 anos e Vinícius Ferreira dos Santos, de 20 anos, apontado como o principal pistoleiro do grupo, foram pelo dois homicídios e organização criminosa. 

    Após os procedimentos legais na delegacia, os criminosos serão conduzidos à audiência de custódia no Fórum Ministro Henoch Reis, na Zona Sul.

    Comentários