Fonte: OpenWeather

    Sumiço


    Vídeo sobre venda de crianças e órgãos em Manaus é investigado

    O caso está sendo associado ao desaparecimento de Erlon Gabriel, a criança sumiu enquanto brincava na frente da própria casa no bairro Tarumã-Açú, Zona Oeste de Manaus

    A polícia informou que teve acesso ao vídeo e que está investigando
    A polícia informou que teve acesso ao vídeo e que está investigando | Foto: Divulgação

    Manaus -  A Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca) está investigando a veracidade de um vídeo que circula nas redes sociais sobre uma negociação de compra de crianças e tráfico de órgãos. 

    O vídeo, supostamente, teria sido gravado na praia da Ponta Negra, Zona Oeste de Manaus. Um homem, que diz ser de naturalidade africana, fala com naturalidade e explica para dois “clientes” como funciona o esquema criminoso e negocia valores.

     “Tenho muito conhecimento na Síria. Quando a pessoa me faz um pedido eu aciono um mafioso do Afeganistão. Em seguida, ele adiciona e vem como refugiado. Chegando aqui [Brasil] já tem que fazer toda documentação”, revela o suspeito.

    Uma mulher, que seria uma das clientes, questiona o valor de uma criança. “Eu quero uma criança que já entenda. Então, eu dando R$ 3.800 você me dar o bebê e eu me responsabilizo com a documentação”, negocia a mulher.

    Mais detalhes de como funciona o processo de tráfico de crianças são explicados no vídeo.

    “Como sou da África é mais fácil de manter essas crianças no país, mas é uma coisa ilegal. Quando chega aqui [Brasil], o pai ou a mãe tem que naturalizar e solicitar a cidadania da criança”, explicou.

    Em um segundo trecho do vídeo, a conversa fica ainda mais chocante, um homem pergunta sobre órgãos humano.

    “A gente ficou sabendo que você consegue um órgão também. Eu só preciso de um pulmão, só isso. Mas é de gente morta, né? Ou vocês vão matar para poder me dar o pulmão? ”, questiona.

    Em resposta, o suspeito zomba das vítimas. “Vai ser um pulmão de qualquer trouxa, pode ser da Síria? ”, finalizou.     

    Caso Erlon

    Internautas estão associando o vídeo ao caso do pequeno Erlon Gabriel, um menino de apenas dois anos, que desapareceu no dia 6 deste mês enquanto brincava em frente de casa, localizada na rua 7 da Comunidade União da Vitória, no bairro Tarumã-Açú, Zona Oeste.

     Conforme depoimentos de Maria Dias, de 36 anos, mãe de Gabriel, os vizinhos falaram que viram um veículo de cor preta rondando a área antes do desaparecimento da criança.

     O caso continua sendo investigado pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente. O Ministério Público do Amazonas (MPAM), por meio do Programa de Localização e Identificação de Desaparecidos (PLID), está auxiliando nas investigações do desaparecimento.

    Veja o vídeo 

    O vídeo mostra um suspeito explicando como funciona o esquema criminoso | Autor: *Divulgação
     
    Comentários