Fonte: OpenWeather

    Ação Policial


    Vídeo: PM atira em carro que deu fuga a ladrões de ônibus em Manaus

    Conforme o sargento, os criminosos atuavam dentro do transporte coletivo há, pelo menos, dois anos e possuem vários suportes para cometer os assaltos

    Há suspeitas que um dos criminosos esteja morto
    Há suspeitas que um dos criminosos esteja morto | Foto: Divulgação

    Manaus - Câmeras de segurança de um estabelecimento registraram o momento exato em que um carro, modelo Gol, de cor branca, auxilia na fuga de uma quadrilha especializada em assaltos a ônibus na capital amazonense. O bando estava escondido em uma área de mata, localizado na travessa São Judas Tadeu, bairro Flores, Zona Centro-Sul de Manaus, quando foi resgatado pelo motorista. O caso aconteceu na noite da última quinta-feira (26).

    O sargento Salazar, lotado na 6ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), que estava de folga, presenciou a fuga dos criminosos e atirou no veículo para tentar conter a quadrilha.

    "Saíram cinco homens armados de dentro da mata e entram no carro. Esse bando já é conhecido por assaltar ônibus e se esconder naquela região. Fiz o reconhecimento e tentei detê-los", informou o policial. 

    Veja o momento da intervenção policial

    O bando estava escondido em uma área de mata, localizado na travessa São Judas Tadeu | Autor: Divulgação
     

    Ainda conforme Salazar, os criminosos atuam dentro do transporte coletivo há, pelo menos, dois anos. O sargento passou a monitorar o grupo e descobriu que os suspeitos possuem vários suportes para cometer os assaltos aos ônibus.

    "Existem dois carros que ajudam na fuga desses assaltantes. Um modelo Siena, de cor cinza, e esse Gol, que já está apreendido. Esses bandidos agem sempre da mesma forma, causam pânico no transporte coletivo, roubam os passageiros e depois descem, na avenida Max Teixeira., se escondem nessa área de mata. Em seguida, um dos veículos vem resgatá-los", explicou o sargento. 

    Há duas semanas, no dia 13, o sargento já havia presenciado outra ação da quadrilha e registrado a placa do Gol. Foi através dela que ele conseguiu identificar o carro e intervir na ação dos criminosos.

    Boletim de Ocorrência 

    Salazar conseguiu obter informações que o motorista do veículo alvejado, que não teve o nome divulgado, havia procurado policiais da 18ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) para pedir informações sobre o Boletim de Ocorrência (BO). O suspeito alegou ser motorista de aplicativos e que teria sofrido um assalto. Entretanto, o sargento reconheceu o veículo e levou o condutor para o 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP). 

    Material apreendido com o motorista do veículo
    Material apreendido com o motorista do veículo | Foto: Divulgação

    "Na delegacia, ele mentiu e contou várias versões, mas não entregou onde havia deixado os companheiros de crime. Ele inventou a versão de assalto para se explicar na locadora do veículo. Os policiais foram até a casa dele, no Colônia Terra Nova, e encontraram três celulares roubados. Ele novamente mentiu e disse que havia achado os aparelhos", contou o sargento. 

    Há suspeitas que um dos criminosos tenha sido atingido com o disparo feito pelo sargento. Provavelmente, ele tenha morrido e pode ter sido "desovado" pelos próprios companheiros, no Tarumã. Entretanto, essa hipótese ainda é especulação, já que nenhum corpo foi localizado até agora. 

    "Existia sangue no veículo e têm grandes chances de um deles estar morto", pontou o policial. 

    O condutor do carro continua sendo investigado. Ele deve retornar ao 6º DIP, na próxima segunda-feira (30), para concluir os procedimentos do Inquérito Policial. O homem pode ser autuado por associação criminosa. 

    Comentários