Fonte: OpenWeather

    Corrida ilegal


    Nove pessoas são indiciadas por participarem de ‘racha’ na Ponta Negra

    Polícia diz que pessoas utilizam a região há pelo menos dois anos para praticarem a conduta ilícita

    12 pessoas foram identificadas durante a  ação, mas  nove estavam correndo
    12 pessoas foram identificadas durante a ação, mas nove estavam correndo | Foto: Divulgação/ Detran-AM

    Manaus - Na madrugada desta quinta-feira (2), nove pessoas foram indiciadas por participarem de uma corrida automobilística não autorizada, conhecida como "racha", no bairro Ponta Negra, Zona Oeste de Manaus. 29 motocicletas foram apreendidas durante ação de agentes do Núcleo Especializado em Operações de Trânsito (NEOT), do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), e policiais militares.

    Conforme o Detran-AM, 12 pessoas foram identificadas durante a ação, mas apenas nove estavam correndo. Alguns estavam com motocicleta sem placa, não usavam capacete, não possuíam Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e utilizavam motocicletas de terceiros.

    A prática naquela área é comum e, segundo a pasta, os agentes fazem fiscalizações periódicas. Além disso, um levantamento de cada zona está sendo preenchido para averiguar as irregularidades e as possibilidades de maiores autuações.

    O delegado Guilherme Torres, titular do 19° Distrito Integrado de Polícia (DIP), explicou que um Inquérito Policial  (IP) foi instaurado pelo crime do artigo 308 do Códio de Trânsito Brasileiro (CTB), que consiste em:  “Participar, na direção de veículo automotor, em via pública, de corrida, disputa ou competição automobilística, ou ainda de exibição ou demonstração de perícia em manobra de veículo automotor, não autorizada pela autoridade competente, gerando situação de risco à incolumidade pública ou privada,” que prevê uma pena de detenção de seis meses a três anos, multa e suspensão ou proibição de se obter a permissão ou a habilitação para dirigir veículo automotor.

    “Faz pelo menos dois anos que pessoas utilizam a área da Ponta Negra para fazer esse tipo de conduta. Moradores já estavam incomodados tanto com o risco de acidente, quanto pelo barulho que causava, especialmente no período da madrugada. Estamos efetuando diligências para identificar outros autores e esperamos, com isso, acabar de vez com o problema e devolver a tranquilidade para os moradores”, concluiu o delegado.

    Local da ação | Autor: Divulgação
     


    Comentários