Fonte: OpenWeather

    Furto


    Ladras conhecidas são presas após novo furto em supermercado de Manaus

    O crime aconteceu na tarde desta sexta-feira (24) e as suspeitas já possuem várias passagens pela polícia

    As mulheres foram contidas por funcionários do supermercado com aproximadamente R$ 1200 em produtos
    As mulheres foram contidas por funcionários do supermercado com aproximadamente R$ 1200 em produtos | Foto: Divulgação

    Manaus - Em tempos de quarentena, ir aos supermercados da capital é uma atividade feita em momentos extremamente imprescindíveis pelos manauaras, que temem a contaminação pelo novo Coronavírus (Covid-19). Não é o caso de Maria Vitória de Assis, de 19 anos, e Tainá Alves Neves, de 25, que além de circularem desprotegidas pela falta de máscaras, ainda encontram nesse locais de funcionamento essencial, uma oportunidade de cometer crimes. As duas foram presas na tarde desta sexta-feira (24), por volta das 13h, após cometerem furtos de produtos em um supermercado no bairro Vieiralves, Zona Centro-Sul de Manaus. 

    Segundo testemunhas que estavam no lugar, as mulheres chegaram ao estabelecimento comercial acompanhadas de mais dois comparsas e encheram as cestas de compras de produtos, dentre eles cosméticos. Maria e Tainá tentaram fugir do local a pé, levando os objetos sem efetuar o pagamento, mas funcionários do lugar perceberam a ação e conseguiram deter a dupla. Os comparsas delas conseguiram fugir em um carro modelo Fiat Mobi, de cor vermelha. 

    Material apreendido com as amigas
    Material apreendido com as amigas | Foto: Divulgação

    A dupla foi presa por uma guarnição da Polícia Militar que estava dando apoio a uma operação naquela área e conduzida ao prédio do 1° Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde foram adotados os procedimentos cabíveis. O material apreendido também foi levado à unidade policial. 

    Uma fonte policial informou ao Em Tempo que Maria Vitória já possuía passagem pelos crimes de falsidade ideológica e furto. Já Tainá possui oito passagens por furto. Com esse crime já é a nona vez que ela é presa. As duas agora permanecem à disposição da Justiça. 

    Comentários