Fonte: OpenWeather

    Operação


    Advogado é preso por vazar informações sigilosas no Amazonas

    O advogado responde ainda a outros processos criminais praticados contra pessoas e políticos de Manacapuru

      

    A prisão faz parte operação “Spy”
    A prisão faz parte operação “Spy” | Foto: Reprodução

    Manaus - O advogado Euler Barreto Carneiro foi preso na manhã desta segunda-feira (15) pelo Departamento de Repreensão ao Crime Organizado (DRCO), da Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), no escritório dele, localizado na rua Atenas, bairro Planalto, Zona Centro-Oeste, onde também foi realizado busca e apreensão. 

    A prisão faz parte operação “Spy”, que investiga o advogado por crimes como divulgação de conteúdo sigiloso, associação criminosa, dentre outros. Conforme o diretor do DRCO, delegado Rafael Allemand, durante os trabalhos foram cumpridos quatro mandados, sendo dois de busca e apreensão e dois de prisão. Além de Euler Carneiro, um estagiário de Direito foi preso.

    O advogado responde ainda a outros processos criminais praticados contra pessoas e políticos de Manacapuru. Em setembro de 2019, ele foi condenado há oito meses e 13 dias de detenção por praticar o crime de calúnia contra o empresário José Maria Câmara de Oliveira, conhecido como José Maria Bastos. Euler Barreto é advogado há 16 anos. 

    OAB

    Em nota, a A Ordem dos Advogados do Brasil seccional Amazonas (OAB-AM) informou que foi procurada, pelo DRCO, para acompanhar o cumprimento da prisão do advogado Euler Barreto Carneiro.

    "A Ordem esclarece que está atuando tão somente para garantir o cumprimento das prerrogativas da custódia do advogado, por meio da Comissão de Defesa das Prerrogativas da Ordem. A OAB-AM vai acompanhar o andamento das investigações", diz a nota.

    Veja o momento da chegada do DRCO:

    Veja o vídeo | Autor: Reprodução
     

    Leia mais: 

    Chefe de facção e esposa ostentavam vida de luxo em Manaus 

    Denuncias podem tirar D'ângelo da prefeitura de Manacapuru

    Comentários