Fonte: OpenWeather

    Prisões


    PC prende 8 pessoas por crimes distintos e com prejuízos milionários

    O trio é investigado pelo crime de furto qualificado, onde eles teriam desviado aproximadamente R$ 1, 719.524,05 milhões do Instituto de Estudos de Protesto de Títulos do Brasil

    Dentre os casos estão arrombamento de cofres e furto qualificado com prejuízos milionários | Foto: Divulgação

    Manaus - Oito pessoas foram presas entre terça-feira (25) e quarta-feira (26), ao longo de uma operação deflagrada pela Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd), em investigação a crime distintos. Dentre os casos estão arrombamento de cofres e furto qualificado com prejuízos milionários. 

    De acordo com o delegado Aldeney Goes, titular da especializada, as prisões aconteceram no estado do Amazonas (AM) e de Santa Catarina (SC). Alguns veículos foram apreendidos durante a ação policial. 

    O primeiro caso resultou nas prisões de Edioney Merses Sandim, Pedro Marcelo Vieira dos Santos e Valdir Cleiton dos Santos  Siqueira.  Pedro e Valdir vieram para a capital e montaram um grupo criminoso especializado em arrombamento de cofres de empresa de segurança. Várias empresas, como supermercados, tiveram prejuízos avaliados em R$ 340 mil. 

    Valdir também cometeu o crime de estelionato contra dois mercantis. 

    Segundo caso 

    Ontem (25), Alexandre Weber Barbosa foi preso na sede da Derfd e Marco Tulio Tomé Graupner e Priscila Portela Coutinho foram presos nesta quarta-feira (26), em Balneário Camboriú,  em Santa Catarina (SC). 

    O trio é investigado pelo crime de furto qualificado,  onde eles teriam desviado aproximadamente R$ 1, 719.524,05 milhões do Instituto de Estudos de Protesto de Títulos do Brasil. Entidade que congrega 78 cartórios do Amazonas. 

    O delegado informou que os valores eram desviados e creditados na conta dos suspeitos. Para acobertar o crime, a nomenclatura dos cartórios locais eram atribuídas como destino dos recursos. 

    Terceiro caso

    Edmilson Paranhos de Campos Alves Filho, de 32 anos, e Luan dos Santos Pereira, de 35 anos, foram presos em flagrante pelo furto de cabos telefônicos a uma clínica de saúde na avenida Autaz Mirim, no bairro Tancredo Neves, na Zona Norte de Manaus. A prisão ocorreu na madrugada de  terça-feira (25), por volta das 4h30. 

    A autoridade policial destacou que essas diligências são adotadas no combate ao crime que tem  causado transtornos coletivos a moradores e órgãos públicos que ficam sem sinal de telefonia e internet. Os oito presos devem ficar à disposição da Justiça.

    Comentários