Fonte: OpenWeather

    Crime contra animais


    Aumento de 38,8% nas denúncias de maus-tratos a animais em Manaus

    Delegada Carla Biaggi diz que o motivo da alta é o isolamento social devido a pandemia

    Delegada Carla Biaggi diz que o motivo da alta é o isolamento social devido a pandemia
    Delegada Carla Biaggi diz que o motivo da alta é o isolamento social devido a pandemia | Foto: Divulgação/SSP-AM

    Manaus- Pelo menos uma denúncia de maus-tratos a animais silvestres e domésticos foi registrada diariamente pelas polícias Civil e Militar, em Manaus, neste ano.  De janeiro a julho, foram 293 denúncias deste crime, uma alta de 38,8% frente ao mesmo período do ano passado. A pandemia do Covid-19, que exigiu o isolamento social, é apontada como um dos fatores para a expansão desse crime.

     Os dados são da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM). Na avaliação da delegada Carla Biaggi, titular da Delegacia Especializada em Crimes contra o Meio Ambiente (Dema), da Polícia Civil do Amazonas, o maior tempo de permanência em casa em decorrência do coronavírus impulsionou os casos de violência contra os bichos.

    “Acreditamos que esse aumento se deu por conta da pandemia. Como as pessoas ficavam muito tempo em casa, elas passaram a verificar na vizinhança a questão de como o animal é tratado. Cerca de 95% das denúncias que recebemos são dos próprios vizinhos”, explica.

    Neste ano, a Delegacia do Meio Ambiente instaurou 304 inquéritos para investigar os crimes contra animais domésticos ou silvestres. De acordo com a delegada, em todos os casos são realizadas visitas para verificar a procedência das denúncias. 

    Denúncia – Crimes contra os animais podem ser denunciados no site da Delegacia Interativa (www.delegaciainterativa.am.gov.br), ou, ainda, de forma anônima por meio do 181, o disque-denúncia da SSP-AM.

    Leia mais:

    Vira-lata caramelo vira sensação em comercial da nota de R$200

    Sucuri é vista nadando ao lado de garoto de 8 anos em resort

    Vídeo: Jacaré surpreende banhistas na praia de Açutuba, no AM

    Comentários