Fonte: OpenWeather

    Tortura e morte


    Corpos encontrados na BR 174 foram torturados e fuzilados, diz Polícia

    A polícia suspeita que as vítimas tenham sido torturadas antes de serem executadas. No local, foram encontradas 18 cápsulas de fuzil deflagradas

    Corpos foram removidos pelo IML. | Foto: Divulgação

    Manaus - Os dois homens encontrados executados na tarde desta quarta (10), nas proximidades do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), foram torturados antes de serem mortos. Conforme a perícia técnica do Instituto Médico Legal (IML), as vítimas foram assassinadas com mais de 15 tiros de fuzil modelo 556, que atingiram os joelhos e a cabeça. Os corpos estavam estirados no ramal do Areal, na rodovia BR-174.

    As vítimas ainda não foram identificadas, porém aparentam ter entre 20 a 25. Umas delas estava trajando camisa preta e uma bermuda jeans e tinha o cabelo descolorido, o outro estava de camisa verde e calça jeans. Ambos possuem tatuagens nas costas e nas pernas.

    Leia também: Corpos são encontrados com marcas de tiros próximo ao Compaj

    Os peritos disseram que uma das vítimas foi morta com 8 tiros e a outra com 10 tiros que atingiram diversas pontos vitais do corpo. A polícia suspeita que as vítimas foram torturas antes de serem executadas. No local foram encontradas 18 cápsulas de fuzil deflagradas. Próximo aos corpos foram encontradas ainda roupas e materiais de higiene.

    A polícia deve investigar se os dois homens executados eram detentos do semiaberto do Compaj ou do Instituto Penal Antônio Trindade (IPAT), pois os moradores informaram que os apenados costumam a transitar pelo ramal. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios e Sequestros (DEHS).  

    | Foto: Divulgação

    Fuzil 

    No inicio de 2017, a Força Tática prendeu três pessoas na rua Leopoldo Carpinteiro Peres, bairro Educandos, Zona Sul, com um fuzil 556, o mesmo modelo utilizado para executar os dois homens nesta quarta. 

    Na ocasião, o trio informou aos policiais que iria utilizar o fuzil para executar um traficante no bairro Morro da Liberdade, naquela zona.


    Edição: Luis Henrique Oliveira


    Leia mais:

    Em momentos de terror, refém é colocado no porta-malas em sequestro

    Camelô é preso após tentar matar guardador de carro, na Manaus Moderna

    Quadrilha que distribuía drogas é presa na Zona Centro Sul de Manaus

    Comentários