Fonte: OpenWeather

    Após impasses


    SSP estuda reajuste salarial dos servidores e modernização do DPTC

    Mudança ocorre após os diretores do DPTC e IC entregarem o cargo alegando falta de verbas

    O diagnóstico feito pela SSP do setor revela a necessidade de melhorias de infraestrutura | Foto: Divulgação

    Manaus - O vice-governador e secretário de Segurança Pública, Bosco Saraiva, determinou, nesta quarta (10), estudos de impacto financeiro sobre o reajuste para a categoria dos peritos do Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC), e adiantou propostas para melhorar a infraestrutura e o trabalho na área, como a disponibilização de um novo prédio para o setor e a modernização do Instituto de Identificação (IC).

    Na última segunda (8), o secretário de segurança realizou mudanças no comando do DPTC e dos Institutos de Identificação, Criminalística e Médico Legal (IML), quando nomeou o perito Carlos Malom Alencar Queiroz para o DPTC, e ainda informou que o Instituto de Identificação será dirigido pelo perito Jorge Saraiva Soares e o Instituto de Criminalística pelo perito Mahatma Sonhara Araújo do Porto. O nome para o IML ainda estava sendo avaliado.

    O diagnóstico feito pela SSP do setor revela a necessidade de melhorias de infraestrutura, mas também a organização dos recursos e equipamentos existentes, inclusive com a instalação de alguns equipamentos adquiridos para modernização do setor que nunca foram utilizados.

    “Tem equipamentos que jamais foram utilizados. Recursos de R$ 1,9 milhão foram devolvidos por falta de aplicação. Então a gente precisava fazer mudanças administrativas, que estão sendo feitas”, disse Bosco Saraiva.

    Leia também: Diretores de órgãos de segurança pedem afastamento por falta de verbas

    Na próxima semana, Saraiva vai avaliar o projeto de modernização e digitalização do Instituto de Identificação, que está em fase de desenvolvimento pela Empresa de Processamento de Dados do Amazonas (Prodam). Com a ação, o governo estadual vai digitalizar todo o processo de retirada das carteiras de identidade e certidões de nascimento, com o registro biométrico das pessoas, e a digitalização do acervo histórico do Estado.

    Com a digitalização do processo, haverá facilidades ainda para o trabalho de identificação no IML e até para os peritos, com mais condições de reconhecimento de autoria criminal por identificação de impressões digitais.

    “Precisamos ter o início dos processos feito com condições. Já manifestei minha posição de forma pública. Agi com relação a isso. Há ação da secretaria no sentido de realocar parte dos peritos em prédio adequado com condições de trabalho adequada e isso nós faremos", disse ao ressaltar que não há um prazo para isso. "Não há passe de mágica, não tem varinha de condão. É preciso cumprir os processos”, afirmou Bosco Saraiva.

    O secretário disse ainda, que está em diálogos com a categoria sobre as necessidades de reajuste. Ele enfatizou que o governador Amazonino Mendes tem compromisso com a Segurança Pública, o que se expressa por meio de medidas que beneficiam a Polícia Civil (PC), a Polícia Militar (PM) e os bombeiros.

    Acordo

    Ao final da tarde desta quarta (10), Bosco Saraiva esteve reunido com representantes do Sindicato dos Peritos Oficiais do Estado do Amazonas (Simpoeam). Uma nova reunião foi marcada para a próxima sexta (12), quando a proposta do governo será novamente apresentada e discutida junto à categoria.


    Leia mais: 

    Polícia encontra estacionamento de carros roubados em Manaus

    Fugitivo do Pará era um 'um grande artista' de crimes em Manaus

    Casal dedura suposto traficante e Rocam prende trio com 2 kg de droga

    Comentários