Fonte: OpenWeather

    Tabatinga


    Indígena é confundido com traficante e é morto por 'Piratas do Rio'

    Vítima estava em uma canoa nas proximidades da Reserva Indígena do Umariaçu, em Tabatinga quando foi surpreendida por 3 disparos

    Vítima foi encaminhada para o Hospital de Guarda de Tabatinga (HGUT). | Foto: Divulgação

    Tabatinga (AM) - Um indígena da etnia Ticuna, de identidade até o momento não informada, foi encontrado morto nesta terça-feira (30), nas proximidades da comunidade indígena do Umariaçu, em Tabatinga (a 1.108 km de Manaus). Conforme a polícia, o homem foi morto com 3 tiros por suspeitos conhecidos como "Piratas do Rio" ao ser confundido com narcotraficantes que atuam no rio Solimões.

    Leia também: Família é presa em Tabanga por tráfico de drogas

    De acordo com o Comando de Policiamento do Interior (CPI), a vítima estava em uma canoa quando foi surpreendida pelos disparos. Até a publicação desta matéria, nenhum suspeito foi identificado.

    "O corpo foi encontrado por moradores que acionaram a Polícia Militar (PM). O nome do indígena ainda não foi informado, mas sabemos que ele seguia pela embarcação a caminho da comunidade Umariaçu", disse a soldado Silvana, do 8º Batalhão da Polícia Militar (BPM) de Tabatinga.

    A rota Solimões é um dos principais corredores de entrada de drogas no Brasil, uma vez que fica nas proximidades da tríplice fronteira, e a Reserva Indígena do Umariaçu, da etnia ticuna, fica ao sul da cidade de Tabatinga. Ela inicia depois do bairro Comara e se divide em duas, sendo a Umariaçu 1 e Umariaçu 2, separadas por um igarapé.

    O corpo do indígena foi encaminhado ao Hospital de Guarda de Tabatinga (HGUT).

    Prisões

    No último dia 19, um grupo de "Piratas dos Rios", que atua no tráfico da calha do Solimões, foi preso. A polícia chegou até os cinco suspeitos, após denúncia anônima no bairro Nova Vitória, em Manacapuru. As informações foram confirmadas pela Secretaria de Segurança Pública (SSP).

    Leia mais:

    Após sofrer abuso sexual, menino de 12 anos tenta suicídio em Manaus

    Campus Party 2018 começa nesta terça-feira em São Paulo

    Garoto de programa confessa que matou cozinheiro por dívidas de sexo


    Comentários