Fonte: OpenWeather

    Golpista


    Estelionatária lucrou R$ 52 mil com venda de imóveis fantasma, diz PC

    Mulher foi presa após três vítimas procurarem a delegacia na Zona Norte de Manaus

    Ocineide teria tentando vender terreno para cunhada do dono do imóvel. | Foto: Divulgação

    Manaus - Conhecida por aplicar golpes e vender casas e terrenos de propriedade de terceiros sem autorização e imóveis fantasmas, Ocineide Teixeira da Silva, a "Neide", de 35 anos, foi presa na tarde desta quarta-feira (28), por volta das 13h, pela equipe de investigação do 13º Distrito Integrado de Polícia (DIP). A mulher foi presa enquanto tentava vender um terreno na avenida Francisca Mendes, no Cidade de Deus, Zona Norte de Manaus. 

    De acordo com o titular do 13º DIP, Raul Augusto Neto, a mulher já teria aplicado pelo menos R$ 52 mil em golpes em apenas três vítimas que procuraram a delegacia. "Ela tentou vender esse terreno no Cidade de Deus para uma corretora que a procurou, mas ela não imaginava que o dono do terreno era o cunhado da profissional que a mulher pretendia aplicar o golpe", disse o delegado.

    Leia também: Golpes persistem e ainda há quem caia neles; veja como evitá-los

    Ainda segundo Raul, a corretora que seria mais uma vítima da mulher, foi até a delegacia para registrar o boletim de ocorrência e marcou um horário para encontrar a estelionatária, foi quando uma equipe saiu em diligência e conseguiu prendê-la. Na delegacia ela foi reconhecida por uma das três vítimas, que teria pago um valor de R$ 32 mil por uma casa, na Cidade Nova, mesma zona.

    "Até agora já compareceram outras duas vítimas em delegacias diferentes, mas que foram enganadas pela Neide. Ela conseguiu levar R$ 12 mil de uma e R$ 8 mil de outra pessoa. Esse dinheiro, segundo a estelionatária não fica com ela, vai para um homem que ela conhece apenas pelo nome de Fábio, e mantém contanto somente por telefone, nós vamos dar continuidade às investigações para saber quem é esse homem", explicou Raul.

    Golpes persistem

    Em fevereiro, o Em Tempo publicou matéria sobre os golpes mais comuns e a adaptação realizadas pelos criminosos para utilizar a internet. De acordo o delegado Adriano Félix, da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DRFD), os estelionatários não encontram dificuldades para enganar as vítimas, eles têm facilidade em manipular as pessoas. Ele alertou para o desenvolvimento das táticas criminosas nos últimos anos quando o assunto é golpe. É comum encontrar anúncios fakes na internet.

    "Muitos locais desses são anunciados na OLX. Esse aplicativo é um local recheado de golpes. Claro, existem as propostas sérias, mas o golpista consegue usar a internet para agir de má fé com quem ainda tem esperança de adquirir um imóvel. As pessoas até chegam a visitar o local onde, provavelmente, é o terreno, repassam o dinheiro para os estelionatários e quando vão ao local para tomar posse, descobrem que o lote já tinha dono", explicou Adriano.


    Edição: Luís Henrique Oliveira


    Leia mais:

    Ao tentar fugir, jovem é morto com dois tiros em Manaus

    Após localizar ossada de desaparecido, polícia apresenta trio suspeito

    Homem é preso por descumprir medidas protetivas da ex-mulher

    Comentários