Fonte: OpenWeather

    Câmara Municipal de Manaus


    Projeto de Lei que cria 200 cargos para pedagogos é aprovado em Manaus

    O plenário da Câmara Municipal de Manaus aprovou, em regime de urgência, durante sessão extraordinária desta terça-feira o projeto de lei que cria 200 cargos de pedagogos. Candidatos aprovados em concurso público devem ser convocados

    O projeto foi aprovado por unanimidade dos vereadores.
    O projeto foi aprovado por unanimidade dos vereadores. | Foto: Robervaldo Rocha

    Manaus - O plenário da Câmara Municipal de Manaus aprovou, em regime de urgência, durante sessão extraordinária desta terça-feira(22) o Projeto de Lei nº 023/2018, que altera a Lei nº 1.126, de 05 de Junho de 2007, criando 200 cargos de pedagogos de provimento efetivo por habilitação em concurso público.

    O projeto, que será encaminhado para sanção ao prefeito de Manaus, Arthur Neto (PSDB), foi deliberado nesta manhã, passou pelas comissões de Constituição, Justiça e Redação (CCJR), Economia, Finanças e Orçamento (CFEO), Educação (Comsed) e de Serviços Públicos (Conserp) antes de ser aprovado pelo plenário durante reunião extraordinária.

    De acordo com o texto original da mensagem do Executivo Municipal, a aprovação da criação dos cargos permitirá que a Secretaria Municipal de Educação (Semed), possa convocar candidatos existentes no cadastro Reserva do Concurso Público de 2014, que terá sua validade expirada em junho de 2018.

    Segundo a presidente da Comissão de Educação da Câmara, Professora Therezinha Ruiz (DEM), atualmente são 492 escolas funcionando nos turnos matutino e vespertino, que atendem uma média de 243 mil alunos.  A vereadora destacou a importância da aprovação do projeto.

    “Temos até 30 de junho para chamar os concursados. Por isso, demos prioridade a esse projeto. As pessoas que aguardam a convocação se prepararam para o concurso. Também existem alguns professores dentro das nossas escolas que estão atuando como professor pedagogo. Com a ampliação do número de vagas, o quadro vai funcionar mais efetivamente dentro da qualificação do servidor”, garantiu a vereadora.

     De acordo com a assessoria, o projeto foi aprovado por unanimidade dos vereadores.

    * Com informações da assessoria 

    Leia mais:

    Temer anuncia Meirelles como pré-candidato à presidência

    Atriz amazonense fala sobre participação em Malévola 2

    Desemprego leva milhares de pessoas a buscarem vagas na Seminf

    Comentários