Fonte: OpenWeather

    Notas da Contexto


    Após diplomação, Wilson Lima começa um novo ciclo na política do AM

    Wilson entra para a história política do Amazonas como o “ novo” que derrotou a velha política

    Vamos trabalhar com transparência e responsabilidade na aplicação dos recursos –, disse Lima durante o seu discurso no TCE
    Vamos trabalhar com transparência e responsabilidade na aplicação dos recursos –, disse Lima durante o seu discurso no TCE | Foto: Lion

    Acompanhado da esposa, Taiana Lima, o jornalista Wilson Lima (PSC) foi diplomado no Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM).

    — Vamos trabalhar com transparência e responsabilidade na aplicação dos recursos –, disse Lima durante o seu discurso no TCE.

    Wilson entra para a história política do Amazonas como o “ novo” que derrotou a velha política. Aliás, as eleições de 2018 ficarão marcadas por esse efeito. Caciques da “velha política”, como Amazonino Mendes (PDT), Pauderney Avelino (DEM), Vanessa Grazziotin (PCdoB) Romero Jucá (MDB-RR), Roberto Requião (MDB-PR), Edison Lobão (MDB-MA) e Eunício Oliveira (MDB-CE) – só para citar alguns –, foram derrotados. Começa agora um novo ciclo.

    Cachorra diplomada

    Se queria chamar a atenção no TCE, a deputada eleita Joana Darc (PR) conseguiu.

    Ela subiu na mesa diretora do pleno do TCE com a vira-lata Tânia, que ganhou todos os holofotes e aplausos das autoridades e convidados.

    Lula Livre!

    O deputado federal eleito José Ricardo (PT) ainda não deixa de lado sua lealdade ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

    Quando recebeu a placa da diplomação ele gritou:

    — Lula livre!

    Cadê o prefeito?

    Quem não apareceu na cerimônia de posse dos eleitos foi o prefeito Arthur Virgílio Neto (PSDB).

    O motivo da ausência do tucano não foi divulgado.

    Pagador de promessa

    O deputado Dr. Gomes (PRP) foi diplomado e, ao mesmo tempo, pagou a promessa feita para se reeleger.

    Na hora da diplomação, se ajoelhou em forma de agradecimento aos 19.759 votos que obteve no Amazonas.

    “Nossos direitos...

    As causas da migração indígena para as cidades, que ameaça o ecossistema amazônico, dando origem a invasões externas de quem vê a Amazônia como um lugar de exploração descontrolada, foi o foco do IV Encontro de Educação e Saúde Indígena do Amazonas, organizado pelo Fórum de Educação Escolar Indígena Amazônica (FOREEIA), realizado em Manaus de 12 a 14 de dezembro.

    ... são inegociáveis!”

    O encontro foi uma tentativa de traçar estratégias na defesa das causas indígenas;

    Leia-se existência digna, direitos coletivos, território, educação, saúde, cultura, justiça social e democracia.

    Alto lá!

    No encontro, os indígenas encaminharam nove principais pontos de luta, que passam pelo respeito aos direitos humanos e pela não marginalização dos povos indígenas.

    — Nossas terras são inalienáveis, indisponíveis; e nossos direitos, inegociáveis -, advertiram os índios na Carta de Manaus.

    Baniwa adverte

    O antropólogo indígena Gersen Baniwa, um dos grandes inspiradores de políticas de educação indígena, disse durante o fórum que “o maior desafio é, sem dúvida, a dificuldade do Estado brasileiro em reconhecer os direitos específicos e diferenciados”.

    Direitos ameaçados

    — Diante da chegada do novo governo brasileiro, a maior ameaça é anular todos os direitos que foram conquistados nos últimos 30 anos –, alertou Baniwa, que é professor da Ufam.

    Quer falar com quem?

    Operadores de telefonia celular têm obrigação de dar uma explicação a seus usuários.

    Tem gente recebendo telefonemas, a qualquer hora do dia e da noite, do Paquistão, Estados Unidos, Turquia, Holanda, Austrália, São Paulo.São, José do Rio Preto, Belo Horizonte, etc.

    Mistério

    Isso tudo sem conhecer ninguém nessas áreas e sequer ter saído alguma vez do Brasil..

    O pior é que, quando resolve atender a um desses telefonemas misteriosos, o parelho fica mudo.

    Bola murcha

    A pauta de ações da Assembleia Legislativa anda tão escassa que a notícia mais importante que saiu ontem da assessoria de imprensa foi que a Casa Militar foi a vencedora do Torneio de Confraternização de

    Futsal David Almeida.

    E agora, Jair?

    Visando à reposição dos profissionais cubanos, o governo brasileiro abriu um edital para os médicos interessados em participar do programa.

    Na última sexta-feira (14), acabaria o prazo para que os 8.411 inscritos se apresentassem nos novos postos de trabalho.

    E agora, Jair 2

    No entanto, 2.520 (cerca de 30%) não compareceram. A situação levou o Ministério da Saúde a prorrogar para a próxima terça-feira a data limite para início das atividades.

    Toma lá...

    Está explicado por que Álvaro Dias, que disputou a Presidência da República pelo Podemos, bateu tanto no PT durante a campanha.

    Ele acaba de ganhar o apoio do general Hamilton Mourão, vice-presidente eleito na chapa com Jair Bolsonaro (PSL), para comandar o Senado Federal na próxima legislatura.

    ... Dá cá!

    Dias participou de um jantar pelos 25 anos do PRTB, o partido de Mourão, na sexta-feira (14), em São Paulo.

    O evento também festejou a diplomação do general pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

    Você gosta das Notas da Contexto? Então leia mais:

    Privatização da energia no AM pode ter algo criminoso, diz senadora

    Região Amazônica possui 2,3 mil pontos de mineração ilegal, diz estudo

    Neguinho da Beija Flor é agora Cidadão do Amazonas

    Comentários