Fonte: OpenWeather

    Política


    Bancada do Amazonas vai apoiar reeleição de Rodrigo Maia

    Marcelos Ramos (PR) e Bosco Saraiva (SD) já declararam o voto à reeleição do presidente da Casa e disseram não ter interesse em mudar a decisão

    Entre os parlamentares que desejam a recondução de Maia ao comando da mesa diretora da Casa, estão Bosco Saraiva (SD) e Marcelo Ramos (PR)
    Entre os parlamentares que desejam a recondução de Maia ao comando da mesa diretora da Casa, estão Bosco Saraiva (SD) e Marcelo Ramos (PR) | Foto: Divulgação

    Manaus - Amenos de um mês para a escolha do novo presidente da Câmara dos Deputados, a bancada do Amazonas dá indícios de que irá votar pela reeleição do deputado federal Rodrigo Maia (DEM-RJ), que conta com o apoio do PSL, legenda do presidente Jair Bolsonaro e dos filhos, o deputado federal Eduardo Bolsonaro e senador Flávio Bolsonaro.

    Entre os parlamentares que desejam a recondução de Maia ao comando da mesa diretora da Casa, estão Bosco Saraiva (SD) e Marcelo Ramos (PR).

    O deputado federal José Ricardo (PT) informa que ainda não foi procurado por nenhum candidato à presidência da Casa, mas reforça que se manterá na oposição.

    “O debate será em nível partidário. Eu defendo uma candidatura unificada de um bloco de oposição formado com partidos como o PT, PSOL, PSB, PCdoB e PDT à presidência da Câmara dos Deputados”, disse.

    Na avaliação dele, a aliança formada pelo atual presidente da Câmara com o PSL e o “Centrão” é o sinal da subserviência ao governo. “É necessário manter a independência e autonomia desse poder para o fortalecimento da democracia no país”, acrescentou.

    Sem chance de retroceder na decisão, Marcelo Ramos (PR) justificou que o voto a Rodrigo Maia se deve pela importância da votação do projeto Sudam.

    “Meu voto está definido porque ele foi o primeiro que demonstrou compromisso real com a Zona Franca de Manaus (ZFM). Foi por meio de um pedido meu que ele colocou em votação a lei que renovou os incentivos da Sudam. O segundo motivo, é o fato dele ser moderado. Nós precisaremos de moderação numa câmara com muitos extremistas dos dois lados. E o terceiro motivo, é que ele tem compromisso com as reformas, em especial a da previdência, que o país precisa para voltar a crescer”, explicou.

    Também sem indícios de mudanças de voto, está Bosco Saraiva, que afirmou caminhar com o que o partido Solidariedade decidir. “Meu partido se reuniu e decidiu pelo voto no Rodrigo Maia, ainda no mês de novembro”, disse.

    O delegado Pablo (PSL), único amazonense eleito pela sigla do presidente Bolsonaro, não confirmou em quem irá votar, mas deu indícios de que deve seguir o pensamento da sigla. Ele, que já foi procurado pelo próprio Maia, Fabio Ramalho (MDB-MG) e Capitão Augusto (PR-SP), informa que ainda está aguardando a finalização das candidaturas.

    “Ainda não decidi o voto, mas com certeza vou apoiar aquele que melhor se coadunar com as ideias do partido PSL e do presidente Bolsonaro”, informou.

    Alberto Neto (PRB) informou que ainda está analisando os nomes, mas, como a sigla dele já sinalizou apoio à reeleição de Maia, ele deve optar em caminhar no mesmo rumo. O mesmo deve acontecer com Silas Câmara (PRB), companheiro de legenda.

    A reportagem entrou em contato ainda com Atilas Lins (PP), mas não obteve sucesso. Sidney Leite (PSD) preferiu não falar sobre o assunto.

    Candidatos

    O atual presidente da Câmara conta, atualmente, com o apoio de, pelo menos, seis partidos: PSL, DEM, PSD, PRB, PROS e PPS, PR. Ao todo, essas legendas somam 201 parlamentares, dos 513 parlamentares.

    Disputarão a vaga com Rodrigo Maia, João Campos (PRB-GO), JHC (PSB-AL), Alceu Moreira (MDB-RS), Capitão Augusto (PR-SP) e Fábio Ramalho (MDB-MG).

    Leia mais:

    Câmara Municipal de Manaus retornará atividades com sete suplentes

    'Trabalharei para unificar a bancada do Amazonas', diz Pablo Oliva

    Coronel Alfredo Menezes é confirmado para o comando da Zona Franca

    Comentários