Fonte: OpenWeather

    Notas da Contexto


    Sem reforma, nem Jesus na goiabeira salva!

    Arthur adverte que, se o governo Bolsonaro não conseguir reformar a economia, o quadro será tétrico

    O prefeito Arthur Virgílio (PSDB) disse, em sua página no Facebook, que, se o Brasil tivesse aprovado a reforma da Previdência ainda no período FHC, seríamos, já, um país mais forte e próspero.

    — Como aconteceu no pequeno Chile, por exemplo –, comparou o tucano.

    Numa análise isenta e despida de ideologias políticas, Arthur avaliou os riscos que pairam sobre o Brasil e advertiu que o país precisa ter coragem de reformar a sua ultra-deficitária previdência.

    — Estamos envelhecendo enquanto povo e, desgraçadamente, não conseguimos atingir o desenvolvimento pleno. Dentro em pouco teremos menos gente trabalhando que aposentadas e pensionistas.

    Quadro de desalento

    Arthur adverte que, se o governo Bolsonaro não conseguir reformar a economia, o quadro será tétrico.

    — O déficit primário disparará ainda mais – hoje está em R$ 139 bilhões orçados para este ano - e todo o quadro de desalento se agravará –, analisou.

    Torcendo a favor

    Com as reformas básicas e imprescindíveis, realizadas, avalia ele, poderemos ter superavit primário logo em 2019, restaurando a credibilidade de nossa economia dentro e fora do Brasil.

    — Sou do time que torce a favor. Para mim, quanto melhor, melhor!

    Governo confuso

    Para Virgílio, a articulação política do novo governo ainda não o convenceu.

    — Vejo muitas idas e vindas nas decisões presidenciais, e sei como grande parte dos nossos congressistas de ontem e de hoje são arraigadamente antirreformistas.

    Jesus na goiabeira

    O prefeito aponta, ainda, que percebe a insuficiência de quadros recém-nomeados.

    E cita o exemplo da ministra Damares, dos Direitos Humanos.

    — Ela, privilegiadamente, consegue ver Jesus no pé da goiabeira e, desprivilegiadamente, acha que meninos devem vestir azul e as meninas, a cor rosa.

    Wilson vai a Guedes

    O governador do Amazonas, Wilson Lima, terá sua primeira reunião com o ministro da Economia, Paulo Guedes, em Brasília (DF), nesta terça-feira (15).

    Zona Franca na pauta

    No encontro, marcado para as 16h, o governador vai discutir temas de interesse da Zona Franca de Manaus e questões tributárias.

    A agenda em Brasília começa às 12h, na Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade (Sepec), seguida de reunião com a diretoria do Banco do Brasil às 14h.

    General Amazonense

    O general amazonense Fanklimberg Ribeiro de Freitas deve voltar a ser presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai).

    Milagre de Damares

    A escolha foi feita por Damares Alves, ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, pasta à qual a Funai agora está vinculada.

    Demitido por Temer

    O general comandou o órgão até abril de 2018, quando foi demitido pelo então presidente Michel Temer (MDB) após pressão da bancada ruralista do Congresso Nacional.

    Complô ruralista

    À época, cerca de 40 deputados e senadores teriam assinado um documento, apresentado a Temer pelo deputado ruralista Alceu Moreira (MDB-RS), pedindo a saída de Freitas.

    O argumento era de que ele não estava colaborando com o setor.

    É fake!

    A informação de que um posto de combustível estava vendendo gasolina a R$ 2,99 em Manaus provocou um corre-corre.

    Mas... era falsa.

    Notícia velha

    De acordo com o Sindicato do Comércio Varejistas de Combustíveis do Amazonas (Sindicam), a imagem que viralizou na internet nesta segunda-feira (14) é antiga.

    A média de preço atual está entre R$ 3,39 e R$ 3,99.

    Conversa fiada

    Mas qual seria o posto generoso que estaria vendendo gasolina tão barata?

    Era o posto da bandeira Equador, localizado na avenida Rodrigo Octávio, no bairro Distrito Industrial.

    Ontem, no local, a placa mostrava o preço de R$ 3,39 para gasolina comum.

    Mais três defensores

    A Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) nomeou, nessa segunda-feira (14/01), três novos defensores públicos aprovados no concurso público realizado em 2018.

    Quem são

    Foram nomeados os três primeiros classificados; respectivamente, Rodolfo Pinheiro Bernardo Lobo, Roberta Eifler Barbosa e Gabriela Lima Andrade.

    As nomeações estão publicadas no Diário Oficial Eletrônico dessa segunda-feira, disponibilizado no site da instituição.

    Você gosta das Notas da Contexto? Então leia mais:

    Meu secretariado está à disposição das prefeituras do AM, diz Wilson

    Filha de Adail Pinheiro apoiará na Câmara Josué Neto

    Toma que o filho é teu!

    Comentários