Fonte: OpenWeather

    Caso José Melo


    Justiça ouve última testemunha de acusação no processo de José Melo

    A previsão da defesa do ex-governador é que nesta terça-feira (28) seja concluída a fase de depoimentos de acusação

     

    O ex-governador é investigado pela Polícia Federal, na operação "Maus Caminhos"
    O ex-governador é investigado pela Polícia Federal, na operação "Maus Caminhos" | Foto: Divulgação

    Manaus - A Justiça Federal realiza, nesta terça-feira (28), mais uma audiência no processo do ex-governador José Melo, que teve o mandato cassado em 2017 e a prisão decretada logo em seguida. Desta vez, segundo a defesa de Melo, está sendo ouvida a última testemunha de acusação. 

    Para o advogado José Carlos Cavalcanti Júnior, que atua na defesa do ex-governador, a próxima fase do processo está prevista para ocorrer em julho. “Nesse momento, será concluída a delação da última testemunha de acusação. Em julho a previsão é que volte a acontecer novas audiências, para que as testemunhas de defesa sejam ouvidas”, informou o advogado. 

    As audiências do processo ocorrem na sede da Justiça Federal, no bairro Aleixo, Zona Centro-Sul de Manaus, conforme destacou a defesa de Melo. Mais informações sobre a movimentação do processo não foram divulgadas à reportagem.

    Entenda o caso

    Em 25 de janeiro de 2016, o Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) cassou os mandatos de José Melo e Henrique Oliveira em razão da acusação de compra de votos. À época, governador e vice também foram multados em R$ 51 mil e R$ 30 mil, respectivamente. A ação foi apresentada pela coligação “Renovação e Experiência” do senador Eduardo Braga (PMDB).

    O caso foi para o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que confirmou, no dia 4 de maio, por 5 votos a 2, a cassação do mandato do governador do Amazonas por compra de votos nas eleições de 2014, quando foi reeleito no segundo turno com 55,5% dos votos.

    O ex-governador foi preso em 2017, pela Polícia Federal, durante a desdobramento da operação "Maus Caminhos", que apura uma organização criminosa que desviou pelo menos R$110 milhões da saúde pública do Estado.

    Leia mais:

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Greve dos rodoviários em Manaus está suspensa; saiba o motivo!

    ‘Amazonas começa a viver em estado de anomia’, diz prefeito de Manaus

    Comentários