Fonte: OpenWeather

    Reforma da Previdência


    Adepol-AM se reúne com senador Plínio Valério, em Brasília

    Valério destacou a importância da valorização do policial, principalmente na pauta apresentada sobre integralidade na pensão em caso de morte do agente em serviço

    Senador amazonense Plínio Valério (PSDB) | Foto: Divulgação/Adepol

    Manaus - O senador amazonense, Plínio Valério (PSDB), recebeu, na última terça-feira (4), o delegado Emerson Negreiros, presidente em exercício da Associação de Delegados de Polícia do Estado do Amazonas (Adepol-AM), para discussão sobre pleitos da reforma da Previdência referentes à classe policial. O parlamentar declarou apoio à instituição, que luta, em parceria com a Adepol-Brasil e Federação Nacional dos Delegados de Polícia (Fendepol), para garantir os direitos dos servidores.

    Valério destacou a importância da valorização do policial, principalmente na pauta apresentada sobre integralidade na pensão em caso de morte do agente em serviço. O parlamentear informou que o Senado é convicto com a causa apresentada e que tem a sensibilidade e preocupação social da questão.

    “O policial que morre em serviço, em vez de ser premiado, ele é castigado, isso é absurdo, temos essa sensibilidade com essa e outras causas, a história da gente diz isso, podem ficar tranquilos, os delegados podem contar comigo, essa correção deve ser feita”, declarou.

    A Adepol-AM, com apoio da Adepol-BR e Fendepol, esteve em Brasília, na Câmara dos Deputados, para pleitear pontos fundamentais da reforma da Previdência, com objetivo de garantir direitos já conquistados pela classe. O presidente em exercício, Emerson Negreiros, também visitou o capitão da Polícia Militar do Amazonas Alberto Neto, deputado federal (PRB). Titular da Comissão da Previdência Social, o parlamentar também afirmou que vai lutar de forma justa e firme para que a classe policial não seja prejudicada com pautas da reforma.

    “Temos que buscar um equilíbrio, não pode comparar todas as categorias, eu vou defender, convencer os outros deputados que é importante a valorização do policial em si, não podemos ter um policial desmotivado dentro do sistema, isso é ruim tecnicamente e quem perde é a sociedade”, explicou o deputado federal. A visita da Adepol à capital federal também se estendeu ao presidente da Comissão Especial da reforma, deputado Marcelo Ramos, que se sensibilizou com o pleito exibido pela associação e Fendepol.

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Governadores têm que calçar ‘sandália da humildade’, diz Marcelo Ramos

    Bolsonaro aprova lei que criminaliza calúnia com finalidade eleitoral

    Comentários