Fonte: OpenWeather

    Política


    Omar diz estar surpreso com ‘passividade’ de Heleno no governo

    Na segunda-feira (1º), ministro do GSI sofreu ataque nas redes sociais de Carlos Bolsonaro, um dos filhos do presidente

    | Foto: Divulgação

    Com a chegada da Família Imperial ao Rio de Janeiro, em 1808, muita coisa mudou no Brasil, principalmente na estruturação dos serviços essenciais. No dia 2 de julho de 1856, o Corpo Provisório de Bombeiros da Corte foi criado no Rio de Janeiro. A partir de então, o serviço de combate às chamas se expandiu para os lugares mais distantes do país, carregando consigo a filosofia que seria defendida por cada nova corporação: “Vida alheia e riquezas salvar”.

    O presidente da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, Omar Aziz (PSD-AM), externou nesta terça-feira (2), solidariedade ao general Augusto Heleno, chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI). Heleno sofreu na segunda-feira, dia 1º, um ataque nas redes sociais de Carlos Bolsonaro, um dos filhos do presidente Jair Bolsonaro.

    “Quero me solidarizar com o general Heleno”, disse o senador, lembrando que Heleno foi comandante militar na região da Amazônia. “Eu não me permitiria ser atacado como ele foi ontem. Estou desconhecendo o general”, acrescentou Aziz, que é senador justamente pelo Estado do Amazonas. O parlamentar disse ainda que está surpreso com a “passividade” de Heleno no governo de Jair Bolsonaro.

    Nesta segunda, o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) usou suas redes sociais para atacar mais um general do governo Bolsonaro. Depois de Hamilton Mourão e Santos Cruz, o alvo da vez foi Augusto Heleno. Sem citar o nome do ministro, Carlos levantou suspeitas sobre a conduta do GSI no episódio que levou à prisão o segundo-sargento da Aeronáutica Manoel Silva Rodrigues, flagrado na Espanha com 39 kg de cocaína em voo da Força Aérea Brasileira (FAB).

    O fato marca mais um capítulo dos ataques da ala ideológica contra a ala militar do governo. O comentário de Carlos foi feito no Instagram.

    Leia mais:

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Carlos Bolsonaro ataca general Heleno e abre nova crise com militares

    Tiririca: 'Se não sair do pedestal, Bolsonaro será o pior presidente'

    Comentários