Fonte: OpenWeather

    Eleição


    José Ricardo enfrentará prévia e Rotta ainda não fala de 2020

    Enquanto PT dá sinais de briga interna por 2020, bastidores apontam parceria do vice-prefeito com o senador Omar

    O deputado petista diz que o seu nome está à disposição do partido e Marcos Rotta diz que ainda não fala de eleição | Foto: Divulgação

    Manaus-Os debates sobre candidaturas à Prefeitura de Manaus em 2020 já aquecem em temperaturas elevadas as disputas entre pré-candidatos e até mesmo dentro dos partidos. Enquanto os bastidores afirmam uma possível aliança entre o senador Omar Aziz (PSD) com o vice-prefeito de Manaus, Marcos Rotta (DEM), no Partido dos Trabalhadores, o atual presidente do diretório estadual da sigla, deputado Sinésio Campo, afirmou que, se o deputado federal José Ricardo (PT) quiser ser o candidato da legenda, ele terá que disputar às prévias do PT.

    Recentemente reeleito presidente estadual do PT, o deputado estadual Sinésio Campos, que defendeu a candidatura própria do PT, em Manaus, durante entrevista à rádio Difusora nesta segunda-feira (28), afirmou que o deputado federal “é um dos” nomes fortes do partido para a eleição do ano que vem. “(José Ricardo) não é o único. Todos (os candidatos) eu levo a sério. Até porque Davi derrotou Golias. Sempre levei muito a sério meus adversários. Os que são fortes acabam sendo derrotados”, observou Sinésio.

    O deputado federal do Amazonas mais votado nas eleições de 2018, com 197.270 votos no Estado, José Ricardo dá sinais de que está construindo o seu palanque para 2020 mesmo o PT ainda não ter fechado questão para o seu nome. Segundo ele, o diretório nacional da legenda definiu que vai lançar candidatos em todas as capitais brasileiras. “Manaus está neste planejamento e querem o meu nome”, afirmou o deputado.

    José Ricardo que aparece nas pesquisas eleitorais dos institutos Pontual e iMarketing, entre segundo e terceiro colocado, atrás de David Almeida (Avante) e de Amazonino Mendes (Sem partido), disse que em Manaus a base de filiados do partido e simpatizantes do seu nome tem cobrado dele a sua candidatura. “Meu nome está à disposição. Já vamos começar a debater propostas para plano de governo ouvindo a sociedade. Se houver necessidade de previas, não há problema, está no estatuto”, disse o deputado federal.

    No DEM

    Enquanto no PT a discussão sobre eleição 2020 está aberta, no Democratas (DEM) somente o que se ventila nos bastidores, como a possível aliança entre o senador Omar, do PSD, e o vice-prefeito Marcos Rotta, recém-chegado ao DEM. Por meio da assessoria, o senador disse que “não tem parceria nenhuma”. A assessoria disse ainda que Omar “não está falando nada de eleição (de 2020)” e que “não quer falar de eleição”.

    O vice-prefeito Marcos Rotta também negou qualquer conversa sobre aliança com o senador Omar Aziz para 2020 e disse não estar sabendo de nada sobre qualquer parceria. “Estou sabendo por você. Não tenho discutido eleição do ano que vem, ainda. Acho que antecipar eleição não ajuda em nada, pelo contrário”, comentou. Mas, confirmou que o presidente nacional do DEM, o prefeito de Salvador (BA), ACM Neto, já o lançou oficialmente como pré-candidato para 2020 durante o ato de filiação ao partido do vice-prefeito, em setembro.

    Apesar de não querer falar dos bastidores da sua pré-campanha, Marcos Rotta que realmente tem se pronunciado pouco a respeito de 2020, disse que a sua candidatura “mentalmente já está mais que construída, alicerçada e pronta. Agora não me empolga essa questão de antecipar o processo. Veja o histórico das eleições em Manaus. Sempre as definições ocorrem as vésperas, logo...”, avaliou.

    Comentários