Fonte: OpenWeather

    Notas de Contexto


    Cartada decisiva de Josué Neto: apoio ao partido de Bolsonaro no AM

    Louco para se livrar do PSD, onde não possui mais ambiente, o deputado-presidente da Assembleia Legislativa (Aleam), Josué Neto, jogou uma cartada decisiva no sábado (25), com relação ao 1º Encontro de Apoiadores do Aliança pelo Brasil no Amazonas. Leia em Notas da Contexto.

    Deputado-presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) | Foto: Divulgação

    Louco para se livrar do PSD, onde não possui mais ambiente, o deputado-presidente da Assembleia Legislativa (Aleam), Josué Neto, jogou uma cartada decisiva no sábado (25), com relação ao 1º Encontro de Apoiadores do Aliança pelo Brasil no Amazonas.

    Se a empreitada der certo e a coleta de assinaturas em favor da legenda surtir o efeito esperado, o parlamentar terá acertado na mosca, elevando ainda mais seu prestígio junto ao presidente Jair Bolsonaro, com o testemunho de uma das principais lideranças do movimento nacional pró APB, o advogado-empresário Luiz Felipe Belmonte.

    Do contrário, Josué terá que rever todo o processo de que participa a fim de manter viva sua pré-candidatura à Prefeitura de Manaus, nos bastidores da luta pelo APB, caso o movimento Direita Amazonas não traga Josué, preferindo o nome do mandachuva da Suframa, coronel Alfredo Menezes, como o preferido dos bolsonaristas para disputar a eleição majoritária municipal em Manaus.

    Encontro nacional

    Depois das cidades de Fortaleza, Goiânia, João Pessoa, Brasília e Porto Velho, Manaus sediará mais um encontro nacional do Aliança Pelo Brasil. Será no dia 16 de fevereiro, no auditório Canaã, da Igreja Assembleia de Deus, no Japiim.

    A informação é do deputado estadual Péricles Nascimento (PSL), que, neste final de semana, participa de evento nacional da sigla em Natal, Rio Grande do Norte.

    Sales vem explicar

    Segundo o deputado federal do PSL, Pablo Oliva, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Sales, estará em Manaus nos próximos dias para explicar como funcionarão a Secretaria da Amazônia e o Conselho da Amazônia criados pelo presidente Jair Bolsonaro.

    Relação azeda

    De acordo com a revista Crusoé, o presidente Jair Bolsonaro já não aceita mais a companhia do ministro da Justiça Sérgio Moro, o que se agravou com a entrevista concedida na segunda-feira (20) pelo juiz federal ao programa “Roda Viva”, da TV Cultura.

    Moro se mostrou independente, o que irritou o presidente e o levou a divulgar o desmembramento do Ministério de Moro, recriando o Ministério da Segurança Pública.

    Recuou rápido da ideia, mas tudo leva a crer que as águas da relação política entre ele e Moro ficarão mais revoltas daqui para a frente.

    Com inveja e medo da alta popularidade do ministro, Bolsonaro queria tirar até a Polícia Federal do comando de Moro.

    General político no CMA

    Ex-candidato ao governo do Ceará nas eleições de 2018, o general Estevam, irmão do secretário Nacional de Segurança e ex-chefe do Comando Militar da Amazônia, general Guilherme Theophilo, é o novo titular do CMA.

    Em 2018, concorrendo pelo PSDB, Estevam ficou na segunda colocação na batalha eleitoral, tendo amealhado 488.438 votos, atrás do petista Camilo, atual governador, que obteve 3.457.556 votos.

    Loas ao governo

    Nas redes sociais, os 2,8 mil técnicos de enfermagem contratados diretamente pela Susam rendem loas ao Governo do Estado.

    Segundo eles, o novo processo os livrou do pesadelo de atrasos salariais insuportáveis. Agora, é o alívio e a valorização, dando-lhes tranquilidade para atenderem ao público em maternidades, policlínicas, hospitais, prontos-socorros e nos SPAs com eficiência e respeito.

    Os técnicos se derramam em elogios e comemoram nas redes.

    Reforma Tributária

    O deputado estadual Serafim Corrêa (PSB) ministrará, na terça-feira (28), uma palestra sobre Reforma Tributária na 1ª reunião da diretoria da Fecomércio (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Amazonas) e do Conselho Regional do Sesc e Senac-AM.

    “O que queremos”

    A palestra de Serafim acontecerá às 12h30, na sede da Fecomércio, localizada na Rua São Luiz, bairro Adrianópolis, zona Centro-Sul. “Todos queremos a Reforma Tributária, mas o que precisa ser debatido é qual a reforma que queremos e podemos realizar”, adiantou Serafim.

    O parlamentar é advogado, economista e especialista em Direito Tributário. Na ALE-AM (Assembleia Legislativa do Estado), Serafim preside a Comissão de Ciência e Tecnologia.

    Patrulhamento fluvial

    Emenda parlamentar ao Orçamento de 2020, de autoria da deputada professora Therezinha Ruiz (PSDB), destinará recursos à Polícia Civil, no valor de R$ 330 mil, para aquisição de viaturas fluviais que vão auxiliar na implementação das ações da Polícia Judiciária, tanto na capital quanto no interior do Estado.

    O aporte financeiro, de acordo com a parlamentar, visa dotar a Polícia Civil de meios para ampliar o patrulhamento fluvial, garantindo apoio às unidades do interior.

    Com as viaturas, os agentes de segurança terão mais agilidade de locomoção por via fluvial, e, consequente, melhoraria no desempenho das suas atividades, na investigação e resolução das ocorrências policiais.

    BR-317 na pauta

    Em reunião com o diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), general Santos Filho, o deputado federal Átila Lins (Progressistas) pediu urgência para a solução de problemas envolvendo o tráfego na BR-317, que liga Boca do Acre a Rio Branco.

    Átila pediu pressa na burocracia do órgão quanto à viabilização do licenciamento ambiental para que ele possa interceder em favor da liberação dos recursos financeiros necessários às obras.

    Porto de Coari

    Na reunião com o general do DNIT, Átila também tratou da situação do Porto de Coari, um assunto já levado ao órgão em 2019 pelo parlamentar.

    Santos Filho prometeu esforços para que os trabalhos de revitalização sejam finalizados o mais rápido possível com o objetivo de melhorar a logística de embarque e desembarque de mercadorias no porto.

    Ato em Figueiredo

    Neste sábado, o prefeito Romeiro Mendonça (PDT) lidera um ato público de protesto em Presidente Figueiredo contra a redução dos benefícios do IPI ao polo de concentrados de refrigerantes da ZFM.

    A manifestação defende 5 mil empregos do polo no município que, depois de Manaus, é o maior produtor de extrato de concentrado de cana-de-açúcar e guaraná para bebidas no Estado.

    Reajuste pesado

    Reajustado em 12,84% para 2020, o piso nacional dos professores trouxe, para parte dos governadores e prefeitos, uma despesa de pessoal adicional não esperada.

    Os secretários de Fazenda estaduais discutirão o assunto na próxima terça-feira (28)

    O imbróglio reaparece de tempos em tempos por causa da fórmula de aumento do piso do magistério, baseada em premissas que podem ser atualizadas pelo Governo Federal sem que os entes possam se antecipar à medida. Neste ano, ganha contornos mais políticos por causa das eleições municipais.

    Comentários