Fonte: OpenWeather

    Combate


    CMM pode destinar R$ 20 milhões ações para conter o coronavírus

    Vereadores debatem antecipação de emendas impositivas para saúde pública

    Câmara dos vereadores discute o destino das emendas impositivas
    Câmara dos vereadores discute o destino das emendas impositivas | Foto: Divulgação

    Aproximadamente R$ 20 milhões do saldo das emendas impositivas ao orçamento do executivo da Câmara Municipal de Manaus (CMM) deverá ser destinado, nas próximas horas, para o combate ao novo Covid-19 (Coronavírus).

    A iniciativa é conduzida pelo presidente da CMM, vereador Joelson Silva (PSDB), ganhando a adesão de boa parte dos vereadores. O fundo orçamentário será aplicado, exclusivamente, em benefício das ações programadas para a capital amazonense por meio do Fundo Municipal de Saúde (FMS).

    Joelson Silva informou que tem conversado com cada um dos parlamentares, para que a meta seja cumprida e os valores propostos sejam logoalcançados e aplicados.

    “Estamos vivendo uma crise global e não podemos nos esquivar de tomar medidas como esta, de combate ao vírus e pela vida do povo da nossa cidade”,destacou o vereador.

    De acordo com a Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2020, as emendas impositivas dos 41 vereadores aprovadas em dezembro passado, somam R$ 27,019 milhões. Desse total, R$ 659 mil poderão ser destinados por cada vereador, para a execução de ações relacionadas à saúde pública. Mas, para chegar ao valor proposto, é preciso também que o maior número de parlamentares estejaengajado na causa.

    Sem esses recursos, as ações programadas pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), por exemplo, corre o risco de não ser realizada por conta da crise econômica e, consequentemente, da queda de arrecadação, provocadas pela pandemia que tomou conta do paíse do mundo.

    Os parlamentares municipais, servidores, comissionados e terceirizados tiveram, ontem (19), mais um dia atípico na Câmara, por conta dos cuidados redobrados acerca da situação.

    Ações urgentes

    Para manter a programação de combate ao coronavírus, a Semsa planeja realizar processo seletivo emergencial para a contração de pessoal, com vistas a: atendimento nas unidades, aquisição de equipamentos, compra de material de higiene, suporte aos médicos e enfermeiros.

    Desde o fim de janeiro, as Unidades Básicas de Saúde (UBS) estão a postos para prestar o atendimento adequado à população. Uma grande campanha de conscientização tem circulado nos veículos de comunicação e nas redes sociais, alertando às pessoas sobre os sintomas e medidas de prevenção da doença.

    Samu

    A Prefeitura Municipal de Manaus (PMM), por meio do Núcleo de Educação Permanente do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192), fez treinamentos com os profissionais de saúde do serviço, para atuação nos casos suspeitos de infecção pelo novo coronavírus na capital amazonense. Cerca de 170 servidores receberam as informações e têm participado de ações simuladas.

    Comentários