Fonte: OpenWeather

    Comando


    Exoneração de Alfredo Menezes é publicada no Diário Oficial da União

    O coronel Alfredo Menezes já havia confirmado exoneração, por meio de nota, por caráter pessoal. Ele assumiu o cargo em fevereiro de 2019, com apoio do presidente Bolsonaro

    Coronel Alfredo Menezes assumiu a Suframa em fevereiro de 2019
    Coronel Alfredo Menezes assumiu a Suframa em fevereiro de 2019 | Foto: Layana Rios

    Manaus – A exoneração do Superintendente da Suframa, coronel Alfredo Menezes, foi publicada no Diário Oficial da União nesta segunda-feira (8), assinado pelo ministro chefe da Casa Civil, general Walter Souza Braga Neto, mas a demissão já havia sido anunciada extraoficialmente no dia 1º deste mês.

    Na quarta-feira (3), Alfredo Menezes confirmou, em nota, que solicitou a exoneração do cargo por caráter pessoal. "Quero me dirigir a sociedade amazonense informando que na data de hoje (3) finalizo, a pedido, mais uma honrosa missão de proteção à Amazônia brasileira", informou.

    De acordo com o Site O Antagonista, a exoneração seria uma exigência de parlamentares do ''Centrão'' para apoiar o governo Bolsonaro, e o general Altair Polsin, comandante da 4º região militar, em Minas Gerais, deve ser nomeado para substituição no cargo.

    A mudança contempla acertos políticos visando o fortalecimento da base bolsonarista no Congresso

    Menezes permaneceu um ano e três meses no cargo, assumindo a superintendência da Suframa, vinculada ao Ministério da Economia, em fevereiro de 2019, com apoio do presidente Jair Bolsonaro.

    O coronel, que é padrinho de casamento do presidente, agradeceu a oportunidade na nota, estendendo os agradecimentos à Bolsonaro e ao Ministro da Economia, Paulo Guedes.

    Leia mais:

     Após exoneração, Alfredo Menezes agradece Bolsonaro e a sociedade

    ‘Sou um soldado de Bolsonaro’, diz Coronel Menezes sobre pleito 2020

    Superintendente da Suframa explica processo de redução do IPI no AM

    Comentários