Fonte: OpenWeather

    ELEIÇÕES 2020


    Pré-candidatas à Prefeitura ganham aceitação do público amazonense

    Especialista afirmam que as mulheres precisam disputar candidaturas majoritárias para diminuir a sub-representação

    Carline Braz, Conceição Sampaio e Liliane Araújo enfrentam um cenário com, aproximadamente, 20 pré-candidatos, entre nomes experientes e os da “nova política” | Foto: Reprodução

    Manaus –  A população feminina é a maior do país, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No entanto, a representação das mulheres na política está longe de ser paritária como a dos homens. A Câmara Municipal de Manaus (CMM) é um exemplo onde a representatividade feminina correspondente apenas 7,3% do Poder Legislativo. Para tentar diminuir a diferença, hoje pelo menos três mulheres colocaram os seus nomes a disposição do eleitor de Manaus, para a disputa pela prefeitura municipal.

    Entre as figuras femininas que lançaram pré-candidatura ao poder executivo em Manaus estão a ex-secretária de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), Caroline Braz (PSC), a ex-secretária municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), Conceição Sampaio (PSDB) e jornalista ex-apresentadora e repórter da TV retransmissora da Globo Liliane Araújo (PSL).

    As três entraram numa corrida eleitoral longa, num cenário em que são apresentados, aproximadamente, entre eles políticos mais experientes, os que se encaixam na categoria “novo”. Para ganhar destaque, as pré-candidatas apostam em propostas amplas, defendem bandeiras femininas e buscam libertar a capital amazonense do que elas chamam de “velha política”, que para elas apresentam grandes prejuízos à população.

    Caroline Braz

    Formada em Direito e especializada em Direito Processual Civil, Caroline da Silva Braz esteve à frente da Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) desde 2019 onde articulou a vinda da Operação Acolhida e da Casa da Mulher Brasileira. Foi a responsável por aumentar o número das delegacias da mulher na capital e, pela primeira vez na história, levou para o interior a rede de proteção de mulheres, idosos, crianças e pessoas com deficiência.

    Foi a responsável por aumentar o número das delegacias da mulher na capital
    Foi a responsável por aumentar o número das delegacias da mulher na capital | Foto: Divulgação

    Caroline também foi uma das juízas mais jovens nomeadas em Roraima, onde instalou o Juizado da Violência Doméstica contra Mulheres. Atualmente a advogada é pré-candidata a prefeita de Manaus e conta que pretende ocupar lugares onde possa auxiliar e prestar assistência a maior parcela da população.

    “Eu já estive dentro da comunidade levando assistência a pessoas que precisam de uma atenção maior. Quero continuar ajudando pessoas frente à prefeitura, pois reconheço que as pessoas precisam do poder público e busco trazer a sensibilidade da mulher para dentro da política e acima de tudo me colocar no lugar do outro e identificar onde precisa existir mudanças”, diz a pré-candidata.

    Durante a pandemia, Braz coordenou ações sociais onde acabou sendo contaminada, atuando na defesa dos mais necessitados. E durante 20 anos no serviço público, tem trabalhado pelas pessoas mais necessitadas e causas sociais.

    Liliane Araújo

    Atuando por 12 anos como apresentadora e repórter do Grupo Rede Amazônica, emissora afiliada à Rede Globo, a pré-candidata à prefeitura Liliane Araújo (PSL) esteve presente em bairro e municípios defendendo o jornalismo comunitário como interlocutora entre população e as autoridades. Ingressou na política amazonense em 2014, quando concorreu ao cargo público de deputada Estadual.

    Araújo busca trazer o fortalecimento do papel socioeconômico das mulheres no Amazonas
    Araújo busca trazer o fortalecimento do papel socioeconômico das mulheres no Amazonas | Foto: Lucas Silva

    Em 2017, assumiu o cargo de secretária-executiva do Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS) trabalhando em causas sociais, com o foco em garantir a igualdade dos gêneros, Araújo busca trazer o fortalecimento do papel socioeconômico das mulheres e acredita que a política precisa ser feita por pessoas comuns para a população.

    “Temos que ter pessoas que lutem para melhorar a vida da população. Pessoas comuns que conhecem as dificuldades do dia a dia, precisamos está na política, pois assim teremos as pautas éticas e verdadeiras sendo defendidas no poder público, essa mudança precisa existir”, afirma Liliane Araújo.

    Conceição Sampaio

    Apesar de ainda não ter se declarado pré-candidata a prefeita de Manaus, a ex-deputada federal e ex-secretária Conceição Sampaio tem o seu nome testado nas pesquisas eleitorais desde o ano passado. Seu maior aliado é o prefeito Arthur Virgílio Neto (PSDB).

    A ex-deputada federal Conceição Sampaio tem o seu nome testado nas pesquisas eleitorais desde 2019
    A ex-deputada federal Conceição Sampaio tem o seu nome testado nas pesquisas eleitorais desde 2019 | Foto: Reprodução

    Entre as três mulheres que colocaram seus nomes a disposição do eleitor manauara, Conceição é a que teve o nome melhor posicionado nas duas últimas pesquisas eleitorais. Pelo levantamento do instituto Action Pesquisas de Mercado, abaixo dos 5 pontos percentuais, Conceição Sampaio aparece com 4,1%, enquanto Liliane Araújo marcou 1,3% e Carolina Braz 0,5%.

    Procurada pela reportagem para comentar o fato de o seu nome estar entre os pré-candidatos a prefeito de Manaus nas eleições deste ano, Conceição respondeu por meio da assessoria que ainda precisa conversar com o prefeito Arthur Neto sobre o assunto.

    Cenário

    Analista política diz que as mulheres não devem ceder para uma vaga de vice-prefeita
    Analista política diz que as mulheres não devem ceder para uma vaga de vice-prefeita | Foto: Arquivo Pessoal

    Para o analista político Tiago Jacaúna, mesmo com poucas mulheres na corrida eleitoral para a prefeitura, o cenário político amazonense é favorável para que a população eleja mulheres para cargos do Poder Executivo.

    “Existe uma sub-representação de mulheres na política principalmente por ser um espaço ainda muito machista e muitas não possuem espaço. No entanto, as mulheres podem ser eleitas em Manaus, uma vez que a população está caminhando para aceitar essas mulheres. Basta que as pré-candidatas tenham boas alianças e tragam boas propostas”, avalia Jacaúna. Ele destaca ainda a importância de existir mulheres na disputa pela candidatura majoritária.

    “Não há cenário para mulheres serem vice-prefeitas. Elas precisam estar à frente da disputa, lutando por espaço e principalmente combater a sub-representação que é grande no Amazonas. Disputar eleições é ganhar visibilidade e por isso as mulheres não precisam ser vice de outros candidatos”, complementa Tiago.

    Para o estudante, Adriel Souza ter mulheres prefeitas é sinônimo de representatividade e seria necessário para que a população seja contemplada com pessoas que realmente buscam apresentar melhoras na cidade.

    “É importante existir mulheres no poder, pois é por meio delas que outras mulheres podem ganhar espaço e movimentar o país. Talvez essa seja a mudança que o pais precisa, já que os homens não deram tão certo”, observa.

    Fala povo


    Leia Mais: 

    ‘É necessário que a mulher participe mais da política do nosso país'

    ‘Sou uma das apostas do PSL para candidatura majoritária’, diz Liliane

    Mulheres apostam em conquista de 50% das cadeiras na CMM

    Comentários