Fonte: OpenWeather

    Violência cn


    PL propõe intensificar a importância da Lei Maria da Penha em escolas

    O projeto, de autoria do deputado federal Felipe Souza, propõe a conscientização de jovens e educadores sobre a violência contra a mulher

    O deputado defendeu que a educação é o meio mais efetivo para trabalhar a prevenção de casos desta natureza
    O deputado defendeu que a educação é o meio mais efetivo para trabalhar a prevenção de casos desta natureza | Foto: Danilo Mello/Aleam

    Manaus - Para conscientizar e sensibilizar a sociedade, desde jovens em período escolar, sobre a violência doméstica e familiar contra a mulher, o deputado Felipe Souza (Patriota) deu entrada junto à Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), em um Projeto de Lei que institui a Política Pública "Maria da Penha vai à Escola", nesta terça-feira (20).

    O projeto quer mostrar a importância da Lei n° 11.340/2006 e conscientizar sobre a necessidade de combater e prevenir esse tipo de violência. Segundo a Organização Mundial de Saúde, aproximadamente um terço das mulheres em todo o mundo já foram agredidas física ou sexualmente por um ex ou atual parceiro. Especialistas também estimam que cerca de 40% das mulheres assassinadas no mundo foram mortas por um parceiro íntimo, e que esse é o tipo mais comum de violência sofrida.

    “Sabemos que a educação é o meio mais efetivo para trabalhar a prevenção. Portanto, o Poder Público deve investir prioritariamente nos jovens em idade escolar, visando neutralizar essas ações violentas”. Declarou Felipe. 

    De acordo com o texto, as ações educativas serão prioritárias para alunos do ensino médio da rede pública estadual de ensino, podendo estender-se às escolas particulares, a fim de intensificar o conhecimento da comunidade escolar sobre a importância do respeito aos Direitos Humanos, à igualdade de gênero, explicando o porquê de denunciar casos de violência contra a mulher, onde quer que ele ocorra.

    O projeto sugere ainda atividades como, palestras, debates, seminários, workshops, vídeos, a serem realizadas na última semana do mês de novembro de cada ano, em concordância com o que preceitua a lei Federal n° 13.421/2017 - Dispõe sobre a criação da Semana Nacional pela Não Violência contra a Mulher e dá outras providências.

    *Com informações da assessoria

    Leia mais

    Deputada Alessandra se destaca na defesa da mulher no Amazonas

    PL prevê aluguel social às mulheres vítimas de violência doméstica

    Unidade Móvel deve atender dez mil mulheres vítimas de violência no AM

    Comentários