Fonte: OpenWeather

    Efeito Pandemia


    Marcelo Ramos diz que adiamento do Enem do Am era inevitável

    Com o pico de casos e recordes sucessivos nos números de mortes pelo coronavírus, Ramos entende que o adiamento evita uma catástrofe ainda maior e era inevitável e se juntou, por meio da bancada amazonense, à luta do vereador Amom Mandel

     

    | Foto:

    Manaus (AM) - O deputado federal Marcelo Ramos (PL) subscreveu ação cautelar ingressada pelo vereador Amom Mandel (PODE), em que solicita o adiamento das provas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), marcadas para o próximo domingo (17/01).

     

    Deputado Marcelo Ramos e vereador Amom Mandel
    Deputado Marcelo Ramos e vereador Amom Mandel | Foto: Divulgação

    Com o pico de casos e recordes sucessivos nos números de mortes pelo coronavírus, Ramos entende que o adiamento evita uma catástrofe ainda maior e era inevitável.  “Prevaleceu o bom sendo por parte da Justiça, ao deferir a ação do vereador Amom. Agora, trabalharemos para confirmar a realização na data da replicação da prova, dias 23 e 24 de fevereiro”, revela Ramos. 

    Segundo o deputado amazonense, que também está intercedendo junto a deputados federais, Secretarias de Saúde e ao Ministério da Educação para que o adiamento se mantenha e nova data seja marcada, a união de esforços visa a garantir segurança sanitária para que os estudantes façam a prova sem colocar em risco a própria saúde e de seus familiares.

    Leia mais:

    www.emtempo.com.br/ultimas

    www.emtempo.com.br/politica

    www.emtempo.com.br/marceloramos



    Comentários