Fonte: OpenWeather

    Fraude


    Vereadores alertam sobre falsos cadastros para Auxílio Manauara

    Os vereadores Márcio Tavares e Raiff Matos alertaram sobre possíveis golpes, como a solicitação de preenchimento de formulários falsos para o Auxílio Emergencial

     

    Os vereadores Márcio Tavares e Raiff Matos alertaram sobre possíveis golpes
    Os vereadores Márcio Tavares e Raiff Matos alertaram sobre possíveis golpes | Foto: Divulgação

    Após votar favorável ao PL que cria o “Auxílio Manauara” encaminhado pela prefeitura Municipal de Manaus à Câmara, que beneficiará 40 mil famílias da nossa cidade com R$200 por seis meses, o vereador Marcio Tavares (Republicanos) usou as redes sociais nesta terça-feira (26) para alertar seus seguidores sobre possíveis golpes, como a solicitação de preenchimento de formulários falsos que poderão circular pela web, encaminhadas aos futuros beneficiários do “Auxílio Manauara”.

    “Infelizmente nesse momento aparecem pessoas maldosas para atrapalhar quem de fato precisa. É bom ressaltar que a análise dos cadastros será realizada pela Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc)”, disse o parlamentar.

    Marcio Tavares explicou ainda que o pagamento está previsto para ser iniciado no mês de fevereiro, seguindo todos trâmites necessários. 

    A inclusão não será automática, com uma análise no banco de dados do benefício sendo necessária, através de um aplicativo.

    A criação do “Auxílio Manauara” foi compromisso de campanha do prefeito David Almeida (Avante). Incialmente o benefício deveria começar a ser pago em abril, entretanto, por conta do agravamento da pandemia do novo coronavírus, o prefeito e os vereadores decidiram, em comum acordo, antecipar o pagamento para fevereiro, daí a necessidade da convocação de sessão extraordinária da Câmara, para hoje.

    Durante a sessão

    Durante a sessão plenária, o vereador Raiff Matos (DC) também fez um alerta para que a população não se deixe enganar por falsos cadastros que possam ser lançados para ludibriar as pessoas aproveitando-se deste novo benefício.

    “Infelizmente não faltam pessoas de má-fé para tentar explorar até mesmo aqueles que pouco possuem”, disse.

    Na primeira parte da reunião, antes de analisar a proposta, quando todos se manifestaram por um minuto de silêncio pelas vítimas da Covid-19, o vereador propôs um dia de jejum pela capital amazonense.

    “O jejum é para as pessoas saudáveis e que acreditam na intercessão em favor da nossa cidade. A fé é importante na cura do corpo e da alma. A oração feita com fé curará os doentes, é nisso que eu creio”, afirmou o vereador.

    *Com informações da assessoria

    Leia Mais:

    Influência da Igreja dá força e visibilidade a parlamentares eleitos

    Vereador Marcelo Serafim diz que vai trabalhar para unir parlamento

    Com 25 vereadores novatos, CMM tem mais de 60% de renovação

    Comentários