Fonte: OpenWeather

    Solidariedade


    Rede SOS Amazonas recebe homenagem na Assembleia Legislativa do AM

    As homenagens deram-se em função das ações de solidariedade realizadas por essas redes durante a pandemia de Covid-19 no Amazonas.

     

    O SOS Amazonas é uma rede formada por 10 coletivos e organizações sem fins lucrativos, que se uniram para realizar uma campanha de doações no momento crítico do colapso hospitalar, na segunda onda de covid-19 no AM
    O SOS Amazonas é uma rede formada por 10 coletivos e organizações sem fins lucrativos, que se uniram para realizar uma campanha de doações no momento crítico do colapso hospitalar, na segunda onda de covid-19 no AM | Foto: Divulgação

    Manaus (AM) - A rede de solidariedade SOS Amazonas foi homenageada na tarde desta quinta-feira (24) durante sessão especial híbrida na Assembleia Legislativa do Amazonas, por iniciativa da deputada professora Therezinha Ruiz (PSDB). As homenagens deram-se em função das ações de solidariedade realizadas por essas redes durante a pandemia de Covid-19 no Amazonas.

    “É com o sentimento de gratidão que fazemos este reconhecimento aos membros voluntários do SOS Amazonas. Por mais que sejam ações realizadas no anonimato, fizemos questão de registrar este trabalho de solidariedade e de amor ao próximo”, destacou a deputada.

    Foram agraciados com placas de reconhecimento, os voluntários do SOS Amazonas, Fabiana Azevedo Carioca, Gleice Fernanda Ferreira, Gustavo Melo Medeiros, Laila Lopes Naranjo, Marnilzea Dias Ribeiro, Mirela Hoenick, Thiago Gonçalves Souto, Ivis Souza Lavinier e Larissa Pacheco.     

    SOS Amazonas

    O SOS Amazonas é uma rede formada em janeiro deste ano, por 10 coletivos e organizações sem fins lucrativos, que se uniram para realizar uma campanha de doações aos sistemas de saúde pública e privada em Manaus, no momento crítico do colapso hospitalar, na segunda onda de covi-19.  

    Mobilização

     A mobilização conseguiu em apenas dois dias arrecadar quase R$ 5 milhões que foram investidos na aquisição de  luvas, máscaras, fraldas geriátricas, e principalmente, cilindros e concentradores de oxigênio para os hospitais da capital. 

    Voluntários

    A rede conta com o trabalho dedicado de 100 voluntários, entre  profissionais abnegados como assistentes sociais e advogados, que se desdobram nas operações de solidariedade.  O movimento conta também com 23 pessoas no grupo principal de trabalho, que atuam na cotação de preços, para a compra dos produtos.  A prestação de contas é efetuada e divulgada publicamente. 

    A rede é formada pelo Instituto Ágape, Amor Sem Caô, os grupos Salada Solidário, BorAjudar, Projeto Mais Amor, Projeto Somar, Instituto Tchibum, ONG Moradia e Cidadania, Global Shapers e o Grupo de Apoio Solidário.

    Comentários