Fonte: OpenWeather

    Comando


    Com reformulação, Governo do AM apresenta cinco novos secretários

    As mudanças de titulações nas pastas amazonenses ocorreram nesta terça-feira (3). Entre elas, a efetivação do general Carlos Alberto Mansur na Secretaria de Segurança Pública (SSP).

     

     

    Cinco novos titulares foram anunciados em reunião do governador Wilson Lima com secretariado.
    Cinco novos titulares foram anunciados em reunião do governador Wilson Lima com secretariado. | Foto: divulgação

    Manaus (AM) -  Em meio a forte reestruturação das secretarias do governo estadual, a saída do coronel Louismar Bonates encabeça o cenário de cinco novas titulações nas pastas amazonenses que ocorreram nesta terça-feira (3). O novo comandante da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) é o general Carlos Alberto Mansur, que já comandou a 12ª Região Militar (RM) em Manaus.

    Além da figura central na reformulação, foram anunciados quatro novos titulares das pastas de: Administração, Educação e Desporto, Procuradoria Geral do Estado (PGE) e Secretaria do Governo.

      A saída de Bonates ocorreu por questões pessoais de saúde, apesar de desentendimentos no anúncio de sua exoneração emitida pelo vice-governador Carlos Almeida (PSDB), semanas atrás. À época, o governo emitiu nota explicando a invalidez do documento: "não chegou a ser publicado, por isso não tem validade e efeito. Mas o ato gravíssimo tem o objetivo de causar instabilidade e danos ao Governo".  

    General Mansur

    Tratado como figura de grande influência no exército, o general Carlos Alberto Mansur acumula importantes cargos nas forças armadas em diversos estados e países. Atuando na 5ª Região Militar, em Curitiba/PR (2016); na 1ª Brigada de Infantaria de Selva, em Boa Vista (2014/2015); Escola de Formação Complementar do Exército e Colégio Militar de Salvador (2012/2013); além de subchefe do Estado-Maior do Comando Militar da Amazônia, em Manaus (2011).

     
    O general Carlos Alberto Mansur acumula diversas condecorações no exército.
    O general Carlos Alberto Mansur acumula diversas condecorações no exército. | Foto: divulgação

    Após reunião com secretariado na sede do Governo, o general agradeceu o governador Wilson Lima (PSC) pelo que segundo ele, seria um ato de extrema confiança e honradez. Aproveitou também para destacar ações imediatas sob seu comando.

    "

    Prometo ao senhor trabalhar 24 horas e os sete dias da semana com total lealdade, dedicação e comprometimento, e buscar cada vez mais pela excelência. Governador, quero agradecer a confiança que o senhor teve em me colocar em um cargo tão difícil, mas tão honroso, no comando da segurança pública do nosso estado. Agora os municípios polo vão poder deslocar para comunidades mais distantes e longínquas, levar policiamento para aqueles locais "

    , disse sobre o envio de lanchas para o transporte de tropas ao interior.

     

    O novo secretário também comandou o 10º Grupo de Artilharia de Campanha de Selva, em Boa Vista (2008/2009); foi adjunto de Defesa, Naval do Exército e da Aeronáutica na China, Coréia e Vietnã (2005/2006); chefe do Estado-Maior da 1ª Brigada de Infantaria de Selva, em Boa Vista (2003/2004); e observador militar da ONU, na Guatemala (1995). Além disso, recebeu, em maio deste ano, da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), o título de Cidadão do Amazonas.

    Sem alimentar as polêmicas entre o vice-governador, governo e ex-secretário Bonates, o general optou por destacar, segundo ele, o bom trabalho desenvolvido sob a coordenação do coronel da polícia militar, a respeito da Base Arpão e Rocam Motos - que realizam trabalho de segurança no interior e capital. 

    "Para mim também vai ser uma honra compartilhar e trabalhar com esse seleto grupo que o senhor (governador) tem aqui, de secretários, de dirigentes das entidades da administração indireta. Também será uma honra muito grande poder compartilhar e agregar trabalho junto com todos os senhores e todas as senhoras", finalizou. 

    Educação e Desporto 

    A Secretaria de Estado de Educação e Desporto também ganha nova titular: Maria Josepha Penella Pêgas Chaves, conhecida como "Kuka" Chaves, que até então coordenava a Unidade de Gerenciamento do Programa de Aceleração do Desenvolvimento da Educação do Amazonas (Padeam). Ela substitui Luís Fabian Barbosa, que assumirá o cargo de secretário de Governo.

     
    A nova secretária de Educação e Desporto até então coordenava o Pandeam
    A nova secretária de Educação e Desporto até então coordenava o Pandeam | Foto: divulgação

    Kuka Chaves afirmou que dará continuidade aos avanços na educação de forma integrada e reiterou seu comprometimento na gestão estadual. 

    “Eu só quero que o senhor (governador) tenha em mim a certeza de que eu darei o meu melhor com toda a garra, espírito de luta e de conquista, para conseguirmos efetivar todos os planos já traçados pelo senhor, pelo secretário Fabian e toda a equipe da educação”, disse.

    Secretário de Governo 

    Luís Fabian, por sua vez, assume o cargo de secretário de Governo após mudança de nomenclatura no cargo. Dessa forma, a pasta de secretaria-geral da Unidade Gestora da Cidade Universitária passará a denominar-se Secretaria de Governo e será remanejado para o Gabinete Pessoal do Governador.

     “Sou de uma família de educadores, sou professor e me orgulho muito de ter podido estar à frente da educação, mas esse chamado, essa convocação, essa missão nova que o senhor me dá me enche muito mais de orgulho e saiba que vou me dedicar de corpo e alma a ela”, declarou Fabian, em nota.

    PGE-AM

    O procurador Giordano Bruno Costa assume a PGE, até então chefiada por Jorge Pinho. Confiando na boa política como melhor método de resolução, o novo titular da pasta colocou-se a disposição do secretariado para realização de trabalho em conjunto, mas ressaltou a responsabilidade do grupo. 

    "Nós estamos aqui com um desafio enorme. O governador e o secretário querem chegar a um destino e a gente na PGE está à disposição para mostrar os caminhos possíveis e o ônus e o bônus de cada escolha. Contem comigo de manhã, de tarde e de noite", afirmou. 

    O ex-secretário Jorge Pinho, após finalizar seu terceiro mandato à frente do órgão, informou que aceitou a difícil tarefa perto de sua aposentadoria, ressaltando o orgulho em participar do processo de contratação direta dos 3 mil técnicos de enfermagem que atuam na rede de saúde. 

    "

    Nós passamos, em 2019, uma questão que incomodava muito, que era a situação dos técnicos de enfermagem. O governador, que sabe dizer sim aos bons projetos, aceitou fazer a migração dos técnicos de enfermagem para dentro da folha de pagamentos do Estado. Foi o que eu considero água na fervura em relação às demandas dos técnicos de enfermagem. Foi um grande avanço, o governador acertou em cheio "

    , declarou.

     

    Administração 

    Por pedido próprio, Inês Simonetti já havia anunciado no fim do mês passado que não seguiria como chefe da pasta de Administração e Gestão do Amazonas, para acompanhar o projeto de seu marido, advogado José Alberto Simonetti, na disputa da presidência da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Brasília.

    "

    Não configura de nenhuma forma qualquer desentendimento ou insatisfação entre mim e o Governo do Estado. Nós conseguimos reduzir em R$ 45 milhões os custos com combustíveis, aumentar em 896% a oferta de cursos da escola do servidor público, mesmo na pandemia. Conseguimos fazer o inventário, algo que o Estado não realizava há muito tempo. Conseguimos muitas melhorias com auditorias na folha de pagamento. Tornamos nosso estado digital "

    , disse.

     

    O nome escolhido para assumir a pasta, de forma interina, é o de Fabrício Rogério Cyrino Barbosa, então secretário executivo de Gestão de Bens Patrimoniais e Gastos Públicos da pasta. Fabrício considera a nova função um desafio e agradeceu ao governador a oportunidade.

    “Como a secretária disse, a Sead é uma área meio porque não está diretamente ligada ao público. Então o nosso trabalho costuma ser muito solitário, mas de extrema importância, que a gente dá o suporte e faz a máquina andar, para que todos vocês possam trabalhar e entregar cada vez mais serviços ao cidadão”, apontou. 

    Balanço das mudanças 

    Com nomes conhecidos do público amazonense, as mudanças no secretariado são vistas com bons olhos, principalmente pela conformidade em relação aos gerenciamentos anteriores e o clima amigável entre ex-secretários, secretários e governo. É o que explica o cientista político Carlos Santiago. 

    "As mudanças objetivam melhorar o desempenho da administração pública, principalmente na área de educação e segurança. O governador sabe que um bom desempenho também o ajuda no seu projeto político para o ano que vem", disse. 

    No quesito da segurança pública, especificamente, Carlos analisa também de maneira positiva, mas ressalta a necessidade de mais investimentos na área. 

    "A sociedade pode ganhar com isso, o anúncio do novo secretário pode significar novos rumos para nossa segurança. Apesar disso, apenas mudar o secretariado não será totalmente eficaz, pois são necessárias melhorias na questão de inteligência da SSP e concursos para contratação de material humano", completou. 

    Leia mais:

     Câmara aprova apenas 1% das propostas no primeiro semestre

    Assembleia retorna do recesso no AM e deputados destacam atividades

    Deputada Therezinha Ruiz realiza Audiência para debater o Novo Ensino

    Comentários