Fonte: OpenWeather

    Câmara


    Sassá nega sustentar amantes com verba da CMM

    Vereador apresentou folha de pagamento para provar sua versão

    Sassá apresenta folha de pagamento para negar versão que circula na Web
    Sassá apresenta folha de pagamento para negar versão que circula na Web | Foto: Wal Lima

    Após rumores de que estaria sustentando duas amantes como funcionárias fantasmas, com o salários de R$ 4 mil cada uma, o vereador Sassá da Construção Civil  (PT) esclareceu na manhã desta segunda-feira (13), à reportagem do Portal Em Tempo, que em nenhum momento algum veículo de comunicação o procurou para noticiar as acusações e que os relatos não passam de "um jogo político".

    "Acho que meu trabalho está incomodando muita gente. E por conta disto começaram a inventar coisas ao meu respeito".

    Entenda o caso 

    A notícia que foi veiculada em alguns portais da cidade, apresentam Bia Santos e Deiliana Mariano Vieira, como amantes do parlamentar, e segundo os veículos, cada uma receberia um salário de R$ 4 mil, como funcionárias fantasmas na Câmara Municipal de Manaus  (CMM), através do gabinete de Sassá.

    Leia mais: Setrab recebe currículos para vagas de emprego de fim de ano

    Em contrapartida, Sassá apresentou a folha de pagamento do seu gabinete, para afirmar sua versão.

    A assessoria de comunicação do vereador ainda chegou a afirmar que as mulheres de fato existem, mas negou o pagamento realizado de forma ilegal pela Casa, e que as mesmas tenham envolvimento com o político.

    Leia mais:


    Assaltantes são mortos por justiceiro após tentativa de roubo em Manaus

    Idosa cai embaixo de ônibus e morre atropelada na Zona Leste de Manaus

    Equipe de reportagem é assaltada no Parque dos Bilhares

    Comentários