Fonte: OpenWeather

    Notas da Contexto


    'Seduc engaveta R$ 1 bilhão do Fundeb'

    O Estado engavetou, somente no primeiro bimestre deste ano, R$ 513 mil de recursos do Fundeb que deveriam ser aplicados no magistério.

    A denúncia foi feita pelo deputado Serafim Corrêa (PSB), baseado em dados disponíveis no portal do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE)
    A denúncia foi feita pelo deputado Serafim Corrêa (PSB), baseado em dados disponíveis no portal do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) | Foto: Malika

    O Estado engavetou, somente no primeiro bimestre deste ano, R$ 513 mil de recursos do Fundeb que deveriam ser aplicados no magistério.

    A denúncia foi feita pelo deputado Serafim Corrêa (PSB), baseado em dados disponíveis no portal do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). De acordo com o parlamentar, de janeiro a julho deste ano, a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) recebeu R$ 1 bilhão em repasses do Fundo, mas só prestou contas dos recursos recebidos no primeiro bimestre (janeiro e fevereiro).

    Babita guardada

    Sarafa disse não querer detonar o secretário (Lourenço Braga), mas a Seduc tem dinheiro parado na conta.

    — A Seduc não apresenta relatórios, o último que apresentou (1° bimestre) demonstra que tem muito dinheiro na conta e que deveria ser aplicado no pagamento de professores -.

    Guardou por quê?

    O parlamentar lembra que, na semana passada, a Seduc sustentou não possuir recurso parado em caixa e que “pagamento de abono só ocorre quando há sobras do recurso federal”.

    — Só que, no final desse período, mantinha em conta R$ 513.395.195,70 –, cutucou Serafim.

    Ditador de bazar

    Mesmo com seu partido, o PR, na base aliada de Amazonino, o deputado estadual Sabá Reis segue fazendo oposição ao governador na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam).

    Na sessão de ontem (7), o parlamentar chamou Amazonino de “Ditador de Bazar”.

    Vidente

    Segundo Sabá, Amazonino está dando uma de vidente e falado a assessores que, com o arranjo eleitoral deste pleito, o parlamentar não se reelege deputado estadual.

    — Esse ditador de bazar pensa que é dono da vontade do povo – afirmou Sabá.

    Juntos e misturados

    Por mais que neguem e não tenham fechado oficialmente alianças partidárias, informações de bastidores dão conta de que Amazonino Mendes (PDT) e Eduardo Braga (MDB) estão novamente alinhados.

    Cooptador

    A verdade é que, nestas eleições, o atual governador tem sido preciso na hora de cooptar aliados, principalmente aqueles que recentemente o criticavam.

    Além de Braga, integram a lista Alfredo Nascimento (PR) – que há anos andava de banda com o Negão – e Rebecca Garcia (PP), que atrelou a imagem de Amazonino à velha política -.

    Por quê?

    A pergunta que não quer calar é:

    — O que Amazonino tem feito para atrair velhos aliados? O mau cheiro dessas negociações já está no ar.

    Bye, bye, tucanos

    O vice-prefeito Marcos Rotta (sem partido), ao comentar sua saída do PSDB.

    — Hoje assinei minha desfiliação do PSDB. Deixo o partido, mas não as amizades que construí e muito menos a minha convicção de continuar trabalhando por nossa cidade. Onde eu puder servir melhor a Manaus, eu servirei. Obrigado a todos pelo apoio. Vamos em frente!

    Praciano fora

    O Partido dos Trabalhadores (PT) confirmou que a sigla não terá candidato ao Senado Federal no Amazonas.

    A decisão atende a uma orientação da executiva nacional do PT que decidiu apoiar a reeleição de Vanessa Grazziotin (PCdoB).

    Justiça feita

    Não é errado um partido querer ter candidatura própria, mas justiça seja feita, La Grazziotin foi uma das mais ferrenhas defensoras de Lula e de Dilma no Congresso Nacional.

    Portanto, o PT do Amazonas deveria, ao menos, reconhecer isso. A executiva nacional agiu de forma consciente.

    Pagaram com traição

    Só para lembrar, ao menos dois políticos do Amazonas que passaram os oito anos de Lula “sendo petistas desde pequenininhos” e os dois anos da Dilma como ministros de Estado, apunhalaram a presidente votando a favor do impeachment.

    O nome deles vocês já sabem: Eduardo Braga (MSB) e Alfredo Nascimento (PR).

    Lealdade comunista

    Vanessa ficou lá na trincheira, dando a cara para bater, sendo xingada, criticada às vezes até de forma chula, mas não arredou um pé.

    Ingratidão petista

    Porém, o imbróglio entre Vanessa e Francisco Praciano, que pleiteava ser o indicado do PT à vaga, não vai enfraquecer a candidatura da comunista.

    Mas criou um clima de insatisfação.

    Isso pôde ser observado domingo (5), durante a convenção estadual do PT, na sede do Sindicato dos Metalúrgicos.

    Estamos com a Vanessa!

    Sobre o quiproquó, a presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann, mandou um recado para o PT do Amazonas:

    — Quero deixar claro que, no Amazonas, definimos por uma aliança com PSB e PCdoB. O PT não lançou candidatura ao Senado para apoiar a companheira Vanessa, mulher de luta, valorosa, guerreira.

    Vou resolver!

    Gleisi revelou que hoje (8) se reunirá com a presidente nacional do PCdoB, Luciana Barbosa, para conversar com o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, e resolver a situação de Vanessa.

    – Estamos tendo problemas com a aliança com o PSB. Amanhã, eu e Luciana, presidenta do PCdoB, conversaremos e vamos procurar o presidente do PSB para resolver a situação de Vanessa. Que fique claro, a candidatura do PT ao Senado no AM é Vanessa Graziotin!

    Insegurança geral

    Com a capa do EM TEMPO nas mãos, o deputado Sidney Leite (PSD) se pronunciou na Aleam criticando a atuação do governo na segurança pública.

    Com a manchete do jornal afirmando que 113 pessoas foram mortas em julho no Estado, o parlamentar cobrou pulso do chefe do Executivo contra o crime organizado.

    Dia do cyber-atleta

    O vereador de Manaus João Luiz (PRB) apresentou um Projeto de Lei na Câmara Municipal de Manaus (CMM) que institui o Dia Municipal do Esporte Eletrônico e do Cyber-Atleta, a ser comemorado, anualmente, na última quinta-feira do mês de junho.

    O PL também propõe que os cyber-atletas terão direito a concorrer à aquisição de bolsa atleta.


    Você gosta das notas do contexto? Então leia mais:

    A dança das alianças dá rumo as eleições no Amazonas

    Rebecca Garcia e a síndrome de Marcelo Ramos

    O livro mais caro do mundo: comprado pelo governo do Amazonas


    Comentários