Fonte: OpenWeather

    Surto de H1N1


    Bancada do AM entra com representação para garantir vacina para H1N1

    Depois da representação junto à PGR, o presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, fizeram uma transmissão ao vivo nas redes sociais informando que as vacinas chegariam neste fim-de-semana.

    Manaus - Os deputados federais Marcelo Ramos, José Ricardo, Sidney Leite, Silas Câmara, Bosco Saraiva, além dos senadores Eduardo Braga e Plínio Valério, ingressaram, hoje, com representação junto à Procuradoria Geral da República requerendo que sejam tomadas providências judiciais urgentes para que o Ministério da Saúde envie de imediato as vacinas contra gripe influenza, que já provocou 24 mortes no estado.  

    Segundo Marcelo Ramos, são cerca de 55 casos graves diagnosticados diariamente nas unidades de saúde.

    “Havia o compromisso do ministro Luiz Henrique Mandetta de que a campanha de vacinação, que ocorreria em abril, seria antecipada em razão do surto de H1N1, com as vacinas chegando até 15 de março no Amazonas. Mas, numa nota, o Ministério diz que mantém para abril a vacinação, o que nos preocupa muito porque vidas estão sendo perdidas”, asseverou. 

    Marcelo afirma que a representação visa a garantir que o envio das vacinas ao Amazonas seja acelerado, seja agilizando a sua produção pelo Instituto Butantan ou comprando as vacinas em laboratórios privados.

    “Sabemos que clínicas particulares já têm a vacina e estão cobrando 150 pela dose. Ou seja, quem tem como pagar, consegue se imunizar. Enquanto que a maioria da população, que não tem condições de arcar com este custo, fica sujeita a uma doença grave que já fez muitas vítimas”, lamentou.      

    Bolsonaro anunciou vacinação 

    Depois da representação junto à PGR, o presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, fizeram uma transmissão ao vivo nas redes sociais informando que as vacinas chegariam neste fim-de-semana. Ouvidos, os parlamentares disseram ter recebido a notícia com satisfação, mas que seguirão acompanhando com atenção os desdobramentos do caso.

    Comentários