Fonte: OpenWeather

    Política


    Polêmica: Bolsonaro se refere a políticos do Nordeste como 'Paraíba'

    Declaração foi feita durante conversa informal antes de café da manhã com jornalistas

    Bolsonaro chama os políticos do Nordeste de Paraíba | Foto: Divulgação

    O presidente Jair Bolsonaro causou indignação ao chamar, na sexta-feira (19), os governadores do Nordeste de "paraíba". "Daqueles governadores de 'paraíba', o pior é o do Maranhão; tem que ter nada com esse cara", afirmou o presidente durante conversa com o ministro da Casa Civil Onyx Lorenzoni. 

    O termo pejorativo foi usado assim que Bolsonaro se sentou a mesa para um café da manhã com jornalistas da imprensa internacional no Palácio do Planalto, em Brasília. Registrada pela TV Brasil, a conversa viralizou nas redes sociais.

    Os governadores do Nordeste e da Paraíba se manifestaram na Web. "Como conheço a Constituição e as leis do Brasil, irei continuar a dialogar respeitosamente com as autoridades do governo federal e a colaborar administrativamente no que for possível. Eu respeito os princípios da legalidade e impessoalidade (artigo 37 da Constituição)", disse Flávio Dino (PC do B), governador do Maranhão. 

    Já João Azevêdo (PSB), da Paraíba, disse condenar "qualquer postura que venha ferir os princípios básicos da unidade federativa e as relações institucionais deles decorrentes. A Paraíba e seu povo, assim como o Maranhão e os demais estados brasileiros, existem e precisam da atenção do governo federal independentemente das diferenças políticas existentes. Estaremos, neste sentido, sempre dispostos a manter as bases das relações institucionais junto aos entes federativos, vigilantes à garantia de tudo aquilo a que tem direito".

    A assessoria de imprensa do Palácio do Planalto afirmou que não vai se pronunciar sobre a fala do presidente. 

    Confira a carta dos governadores do Nordeste na íntegra: 

    "Carta dos Governadores do Nordeste

    19 de Julho de 2019

    Nós governadores do Nordeste, em respeito à Constituição e à democracia, sempre buscamos manter produtiva relação institucional com o Governo Federal. Independentemente de normais diferenças políticas, o princípio federativo exige que os governos mantenham diálogo e convergências, a fim de que metas administrativas sejam concretizadas visando sempre melhorar a vida da população.

    Recebemos com espanto e profunda indignação a declaração do presidente da República transmitindo orientações de retaliação a governos estaduais, durante encontro com a imprensa internacional. Aguardamos esclarecimentos por parte da presidência da República e reiteramos nossa defesa da Federação e da democracia."

    Leia mais:

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    'Pretendo beneficiar um filho meu, sim', diz Bolsonaro sobre Eduardo

    Bolsonaro defende indicação:" tem rodado mundo todo"

    Comentários